sicnot

Perfil

Desporto

Ultramaratonista reencontra cadela que o seguiu durante 125 quilómetros

Após vários dias de buscas na remota região noroeste da China, o ultramaratonista Dion Leonard reencontrou a cadela "Gobi", que ficou mundialmente famosa quando seguiu este atleta australiano durante uma dura prova num deserto chinês.

"Gobi" recebeu o nome do deserto onde foi realizada a prova, o quinto maior deserto do mundo que ocupa o norte da China e o sul da Mongólia.

"Está bem e salva, com uma pata ligeiramente magoada, mas feliz por ver Dion", contaram os voluntários da campanha #BringGobiHome (Trazer Gobi para Casa, em português), criada inicialmente para o atleta levar "Gobi" para a sua residência em Edimburgo (Escócia) mas que nos últimos dias ficou inteiramente dedicada às buscas do animal, que estava desaparecido há vários dias.

Dion Leonard, de 41 anos, conheceu "Gobi" em junho passado quando o animal começou a segui-lo, sem descanso, nas primeiras etapas da Marcha do Gobi, uma ultramaratona de 250 quilómetros que atravessa zonas desérticas com temperaturas que podem superar em algumas ocasiões os 50 graus celsius.

Durante 125 quilómetros, o animal manteve-se sempre ao lado do atleta e os dois estabeleceram uma forte ligação. Durante os restantes quilómetros, Dion Leonard levou a cadela para a sua tenda e decidiu adotá-la.

Lançou depois a campanha #BringGobiHome para tentar angariar o dinheiro necessário para as despesas de vacinação e para os documentos necessários para a viagem do animal, um processo que devia demorar pelo menos quatro meses.

O atleta foi informado este mês pelas autoridades de Urumqi, capital da região chinesa de Xinjiang (noroeste, onde foi realizada a ultramaratona) que a cadela tinha desaparecido de um centro de acolhimento para animais onde tinha sido recebida para cumprir um período de quarentena.

Dion Leonard decidiu regressar à China para colocar cartazes com imagens de "Gobi" nas ruas e participar nas buscas, que se prolongaram durante uma semana.

A história de "Gobi" mobilizou a sociedade civil chinesa e foi relatada pelos 'media' internacionais.

"Estamos verdadeiramente felizes por estarmos juntos outra vez", escreveu hoje o atleta na conta da campanha #BringGobiHome na rede social Facebook, mensagem acompanhada por um vídeo que mostra a cadela "Gobi".

Lusa

  • PS e BE não propõem alívio da dívida à UE
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à União europeia e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta dos partidos para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido qualquer perdão de dívida, ao contrário do que os partidos mais à esquerda chegaram a defender.

  • Antigos ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo MP
    1:54

    Operação Marquês

    Quatro antigos ministros de Governos de José Sócrates foram ouvidos recentemente pelo Ministério Público (MP), no âmbito da Operação Marquês. Mário Lino, António Mendonça, Teixeira dos Santos e Luís Campos e Cunha foram ouvidos como testemunhas. Os investigadores chamaram os antigos governantes para esclarecer decisões relacionadas com a PT.

    Notícia SIC

  • Suspeito de atropelamento mortal diz que foi mero acidente 
    2:00
  • Confrontos na primeira greve geral no Brasil em 21 anos
    1:34
  • "Está na altura de pressionarmos a Coreia do Norte"
    0:45

    Mundo

    O secretário de estado norte-americano, Rex Tillerson, afirmou esta sexta-feira na ONU que a ameaça da Coreia do Norte é real e pediu que o conselho de segurança da ONU tome medidas antes que seja o regime de pyongyang a fazê-lo.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre após a cirurgia

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.