sicnot

Perfil

Desporto

UEFA abre quatro vagas diretas na Champions para os quatro primeiros do ranking

© Eric Gaillard / Reuters

Os quatro primeiros países do ranking da UEFA, neste momento Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália, vão garantir, no período 2018/2021, quatro clubes com entrada direta na fase de grupo da Liga dos Campeões de futebol, anunciou hoje o organismo.

Nos moldes atuais, Espanha, Inglaterra e Alemanha colocam os três primeiros do campeonato diretamente na fase de grupos, enquanto o quarto classificado disputa o 'play-off'.

A Itália só tem direito a duas vagas diretas, enquanto o terceiro classificado tem de passar pelo 'play-off', tal como sucede com Portugal, que contará na 'Champions' desta época com o tricampeão Benfica, Sporting, vice-campeão, e FC Porto, que superou a Roma no 'play-off'.

Para os países abaixo dos quatro primeiros do 'ranking', como Portugal, mantem-se para 2018/2021 a fórmula atual. No entanto, os mesmos passam a ter a vantagem de o terceiro classificado não se cruzar com nenhum clube do 'quarteto' do topo do 'ranking' no 'play-off'.

A UEFA acrescentou ainda que os prémios monetários "vão aumentar significativamente" para a Liga dos Campeões e Liga Europa", prevendo também remodelar os coeficientes de cálculo das pontuações para o 'ranking'.

O organismo chama a estas mudanças "uma evolução, não uma revolução", mantendo a fase de grupos com 32 clubes.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.