sicnot

Perfil

Desporto

UEFA abre quatro vagas diretas na Champions para os quatro primeiros do ranking

© Eric Gaillard / Reuters

Os quatro primeiros países do ranking da UEFA, neste momento Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália, vão garantir, no período 2018/2021, quatro clubes com entrada direta na fase de grupo da Liga dos Campeões de futebol, anunciou hoje o organismo.

Nos moldes atuais, Espanha, Inglaterra e Alemanha colocam os três primeiros do campeonato diretamente na fase de grupos, enquanto o quarto classificado disputa o 'play-off'.

A Itália só tem direito a duas vagas diretas, enquanto o terceiro classificado tem de passar pelo 'play-off', tal como sucede com Portugal, que contará na 'Champions' desta época com o tricampeão Benfica, Sporting, vice-campeão, e FC Porto, que superou a Roma no 'play-off'.

Para os países abaixo dos quatro primeiros do 'ranking', como Portugal, mantem-se para 2018/2021 a fórmula atual. No entanto, os mesmos passam a ter a vantagem de o terceiro classificado não se cruzar com nenhum clube do 'quarteto' do topo do 'ranking' no 'play-off'.

A UEFA acrescentou ainda que os prémios monetários "vão aumentar significativamente" para a Liga dos Campeões e Liga Europa", prevendo também remodelar os coeficientes de cálculo das pontuações para o 'ranking'.

O organismo chama a estas mudanças "uma evolução, não uma revolução", mantendo a fase de grupos com 32 clubes.

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.