sicnot

Perfil

Desporto

COI desqualifica seis atletas de Pequim 2008 por doping

O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou esta quarta-feira a desqualificação de seis desportistas de Pequim 2008, por terem acusado controlos antidoping positivos.

Dos seis desportistas implicados, cinco são halterofilistas, o moldavo Alexandre Dudoglo, as russas Marina Shainova e Nadezhda Evstyukhina, o arménio Tigran Martirosyan, o azerí Intigam Zairov e uma atleta russa, a velocista Tatiana Firova.

Firova foi desapossada da medalha de prata na estafeta de 4x400 metros de Pequim 2008, pela análise positiva a turinabol, androstenediona e androstenediol. Mantendo, no entanto, as pratas conquistadas, na mesma prova, em Atenas 2004 e Londres 2012.

Alexandre Dudoglu foi desqualificado do nono lugar que alcançou em Pequim, na categoria até 69 quilos, em virtude de ter acusado a substância estanozol, enquanto Nadezda Evstyukhina registou análise positiva devido a turinabol, um esteroide anabolizante oral, e a eritropoietina (EPO).

Quanto a Tigran Martirosyan, acusou as substâncias turinabol e estanozol, tal como Shainova, enquanto no caso de Zairov a substância detetada foi turinabol.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".