sicnot

Perfil

Desporto

Slimani vendido ao Leicester por 30 milhões

O Sporting anunciou hoje a transferência do avançado argelino Islam Slimani ao Leicester City, campeão inglês de futebol, por 30 milhões de euros (ME).

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os 'leões' dão conta do acordo com o Leicester City "para a cedência, a título definitivo, dos direitos desportivos e 100% dos direitos económicos do jogador profissional de futebol Islam Slimani, pelo valor fixo 30 ME, acrescido do valor variável, em função de objetivos, de até cinco ME".

Slimani, de 28 anos, chegou ao Sporting no início da época 2013/14, proveniente do argelino CR Belouizdad, por cerca de 300 mil euros, tendo marcado 57 golos nos 112 jogos oficiais disputados com a camisola dos 'leões'.

O ponta de lança internacional argelino tinha contrato com o Sporting até junho de 2020 e uma cláusula de rescisão de 30 ME.

  • Isto não é não jornalismo. Por Ricardo Costa

    Opinião

    Uma das decisões mais banais e corriqueiras do jornalismo assenta nas escolhas que se fazem no dia a dia. Que temas se abordam, que destaque se dá a este ou aquele assunto, que ângulos de abordagem se usam. São opções condicionadas por uma série de fatores - que vão do interesse e da novidade até questões tão básicas como o haver ou não jornalistas com tempo, meios e conhecimentos para o fazerem -, que estão e estarão na base de qualquer dia de trabalho numa redação.

    Ricardo Costa

  • Bruxelas multa Altice em 125 M€ devido à compra da PT

    Economia

    Os Serviços da Concorrência da Comissão Europeia decidiram multar a Altice em 125 milhões de euros no âmbito da compra da PT Portugal. Bruxelas avançou com a multa à Altice por ter começado a gerir a PT antes do negócio ter sido aprovado pela Comissão Europeia.

  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.