sicnot

Perfil

Desporto

Árbitro espanhol salva futebolista que asfixiava com a própria língua

O jovem árbitro Daniel Garcia salvou este domingo a vida a um futebolista dos regionais espanhóis que, depois de um choque de cabeça, sofreu uma convulsão e estava a asfixiar com a própria língua.

"Vi que o jogador estava em convulsões, com os dentes fechados. Tentei abrir-lhe a boca num momento de bloqueio geral dos que o rodeavam", contou o árbitro.

Foi na Andaluzia, em jogo do troféu Matias Prats de Villa del Rio, em Córdoava, quando, a 10 minutos do fim, o avançado chocou, no ar, com um defesa contrário.

"Disse que não nos podia escapar. Ajoelhei-me e tentei por todos os meios abrir-lhe a boca e retirar-lhe a língua. Pude meter as unhas entre os dentes e a seguir os dedos. Abri-lhe a boca e, felizmente, entretanto já tinham aparecido duas enfermeiras para ajudar", contou.

O árbitro revelou que depois a "experiência" das profissionais de saúde lhes permitiu "controlar o choque" do atleta, pelo que, no fim, "felizmente tudo não passou de um susto".

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite