sicnot

Perfil

Desporto

Quatro feridos no sorteio da segunda divisão grega de futebol

Cerca de 30 desordeiros, com as cabeças cobertas, causaram distúrbios esta segunda-feira no restaurante de Atenas onde decorreu o sorteio do campeonato grego de futebol da segunda divisão, provocando quatro feridos e danos materiais.

Um repórter fotográfico teve de ser transportado ao hospital e outras três pessoas foram assistidas no local. Os autores do ataque danificaram ainda veículos estacionados no parque do restaurante e material dos meios de comunicação social.

O ministro-adjunto dos Desportos, Stavros Kontonis, qualificou o sucedido como "um ataque inaceitável e condenável", que "demonstra a crise profunda e o descrédito que atinge o futebol grego", e garantiu que os responsáveis serão levados à justiça.

Segundo testemunhos, os 'hooligans' atacaram pouco depois do fim do sorteio, partindo garrafas e virando mesas e cadeiras, além de agredirem aqueles que estavam no seu caminho, e abandonaram o local antes da chegada da polícia.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".