sicnot

Perfil

Desporto

Angel Maria Villar retira candidatura à presidência da UEFA

O presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Angel Maria Villar, retirou esta terça-feira a sua candidatura à presidência da UEFA, anunciando a decisão em comunicado.

"Após uma profunda reflexão, decidi retirar a minha candidatura", afirmou o dirigente, cuja desistência deixa apenas o esloveno Aleksander Caferin e o holandês Michael Van Praag como candidatos à sucessão do francês Michel Platini, suspenso por quatro anos pelo Comité de Ética da FIFA, por violações éticas.

Villar preside interinamente ao organismo europeu, desde que Platini foi afastado de toda a atividade ligada ao futebol.

"São muitas as vozes dos representantes do futebol espanhol que me têm feito sentir e me solicitaram que continue a trabalhar pelo futebol do meu país, apresentando nos próximos meses novamente a minha candidatura a presidente da RFEF, à qual dediquei a maior parte da minha vida como dirigente", afirmou.

A eleição realiza-se a 14 de setembro, durante o Congresso da UEFA, em Atenas.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.