sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira sofre queda e termina em 17.º no GP São Marino

O português Miguel Oliveira (Kalex) foi hoje 17.º classificado na corrida de Moto2 do Grande Prémio de São Marino, depois de uma queda o ter arredado do top-10 da 13.ª prova do Mundial de motociclismo de velocidade.

A vitória do circuito de Misano, em Itália, foi para um piloto da casa, Lorenzo Baldassarri, que se impôs perante o espanhol Alex Rins e o japonês Takaaki Nakagami, enquanto o francês Johann Zarco terminou em quarto e manteve a liderança do Mundial com três pontos de vantagem sobre Rins.

Miguel Oliveira, que largou da 22.ª posição da grelha, recuperou 12 posições e seguia em décimo quando sofreu uma queda na 14.ª das 26 voltas da corrida e caiu para a cauda do pelotão.

Com metade da prova pela frente, o piloto de Almada ainda conseguiu galgar mais seis lugares para terminar em 17.º, a mais de um minuto de Baldassarri, que somou a primeira vitória da sua carreira, aos 19 anos.

Na classificação do campeonato do mundo, o piloto da Leopard Racing, vice-campeão de Moto3, segue na 17.ª posição, com 33 pontos, continuando a ter como melhor resultado na época de estreia em Moto2 o oitavo lugar na Catalunha.

Zarco comanda o Mundial com 194 pontos, contra 191 de Rins, enquanto o suíço Thomas Luthi ocupa o terceiro posto, com 141.

Lusa

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.