sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da federação alemã desconhecia dinheiro retirado por Beckenbauer

O presidente da Federação Alemã de Futebol (DBF), Reinhard Grindel, admitiu que se sabia que Franz Beckenbauer tinha trabalhado com a Oddset, no âmbito do Mundial2006, mas não que tinha retirado dinheiro.

"Sabíamos que Franz Beckenbauer trabalhou com a Oddset no âmbito do Mundial, mas não tínhamos conhecimento que retirou a soma de 5,5 milhões de euros do orçamento da organização do Mundial de 2006", refere hoje o dirigente em comunicado.

O responsável da Federação declarou ainda que, nestas condições, não se pode dizer que o ex-futebolista trabalhou sem remuneração quando estava à frente do comité organizador, como Beckenbauer sempre defendeu.

De acordo com o jornal online Spiegel o antigo internacional terá na verdade tirado mais de cinco milhões de euros do orçamento e não terá declarado a soma junto das autoridades tributárias.

Ainda segundo o Spiegel, Franz Beckenbauer terá retirado o dinheiro de um donativo de 12 milhões de euros de um dos patrocinadores do Mundial organizado pela Alemanha, a empresa de apostas Oddset.

Entretanto, as autoridades suíças investigam o ex-futebolista e os ex-presidentes da federação alemã Wolfgang Niersbach e Theo Zwanziger, com "alegações de fraude, lavagem de dinheiro, apropriação indevida e gestão danosa".

O caso foi suscitado depois do Spiegel ter reportado em outubro do último ano que foi utilizado um fundo secreto de dez milhões de francos suíços (6,7 milhões de euros) para comprar a organização do Mundial de 2006.

O dinheiro terá vindo de Robert Louis-Dreyfus, antigo patrão da Adidas, a pedido de Beckenbauer, e terá sido entregue em 2000, pouco antes da Alemanha ganhar a organização do Mundial de 2006.

Lusa

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.