sicnot

Perfil

Desporto

Maxi Pereira evolui para treino integrado condicionado no FC Porto

O defesa uruguaio Maxi Pereira voltou esta terça-feira aos treinos do FC Porto, que iniciou a preparação da receção de sexta-feira ao Boavista, em desafio da sexta jornada da I Liga de futebol.

Segundo o site dos 'dragões, o lateral direito uruguaio esteve no relvado nos 15 minutos abertos aos órgãos de comunicação social, tendo feito treino integrado condicionado.

Maxi Pereira teve de ser operado à perna direita na sequência de entrada dura de um adversário de Roma, em desafio de acesso à Liga dos Campeões, na qual os portistas estão a competir em detrimento dos transalpinos.

O treino não contou com o guarda-redes João Costa e o defesa Chidozie, que trabalharam com a equipa B.

O plantel do FC Porto cumpriu um dia de folga na segunda-feira, após ter voltado a perder pontos na I Liga, agora com 0-0 na visita ao Tondela, ultimo classificado, com apenas dois pontos.

A equipa de Nuno Espírito Santo, terceira classificada, a três pontos do líder Benfica e a dois do Sporting, recebe o Boavista, 12.º com cinco pontos, às 19:00 de sexta-feira.

Os portuenses voltam ao trabalho na quarta-feira (10:00) no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, à porta fechada.

Com Lusa

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49