sicnot

Perfil

Desporto

Maxi Pereira evolui para treino integrado condicionado no FC Porto

O defesa uruguaio Maxi Pereira voltou esta terça-feira aos treinos do FC Porto, que iniciou a preparação da receção de sexta-feira ao Boavista, em desafio da sexta jornada da I Liga de futebol.

Segundo o site dos 'dragões, o lateral direito uruguaio esteve no relvado nos 15 minutos abertos aos órgãos de comunicação social, tendo feito treino integrado condicionado.

Maxi Pereira teve de ser operado à perna direita na sequência de entrada dura de um adversário de Roma, em desafio de acesso à Liga dos Campeões, na qual os portistas estão a competir em detrimento dos transalpinos.

O treino não contou com o guarda-redes João Costa e o defesa Chidozie, que trabalharam com a equipa B.

O plantel do FC Porto cumpriu um dia de folga na segunda-feira, após ter voltado a perder pontos na I Liga, agora com 0-0 na visita ao Tondela, ultimo classificado, com apenas dois pontos.

A equipa de Nuno Espírito Santo, terceira classificada, a três pontos do líder Benfica e a dois do Sporting, recebe o Boavista, 12.º com cinco pontos, às 19:00 de sexta-feira.

Os portuenses voltam ao trabalho na quarta-feira (10:00) no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, à porta fechada.

Com Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43