sicnot

Perfil

Desporto

Messi falha jogos da seleção da Argentina

A Federação de Futebol da Argentina confirmou esta quinta-feira que Lionel Messi, capitão da equipa nacional, não alinhará nas próximas partidas de qualificação para o Mundial da Rússia em 2018, frente ao Perú e Paraguai.

"Messi não alinhará frente ao Perú e ao Paraguai por lesão", indicou em comunicado a Federação de Futebol da Argentina, acrescentando que o selecionador argentino, Edgardo Bueza, já desconvocou o jogador.

O internacional argentino saiu lesionado do jogo de quarta-feira com o Atlético de Madrid, da quinta jornada da liga espanhola de futebol, e vai ficar afastado três semanas, segundo os catalães, que mais tarde especificaram tratar-se de uma rutura muscular no adutor da coxa direita.

Além dos jogos pela seleção da Argentina, a 6 e 11 de outubro, Messi irá falhar as deslocações para o campeonato a Gijon (24 de setembro) e Vigo (2 de outubro) e à Alemanha para defrontar o Borussia Moenchengladbach para a Liga dos Campeões (28 de setembro).

A seleção da Argentina ocupa o terceiro lugar das eliminatórias sul-americanas com 15 pontos, em igualdade pontual com o Brasil e atrás do Uruguai, que lidera com 16 pontos.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.