sicnot

Perfil

Desporto

Messi falha jogos da seleção da Argentina

A Federação de Futebol da Argentina confirmou esta quinta-feira que Lionel Messi, capitão da equipa nacional, não alinhará nas próximas partidas de qualificação para o Mundial da Rússia em 2018, frente ao Perú e Paraguai.

"Messi não alinhará frente ao Perú e ao Paraguai por lesão", indicou em comunicado a Federação de Futebol da Argentina, acrescentando que o selecionador argentino, Edgardo Bueza, já desconvocou o jogador.

O internacional argentino saiu lesionado do jogo de quarta-feira com o Atlético de Madrid, da quinta jornada da liga espanhola de futebol, e vai ficar afastado três semanas, segundo os catalães, que mais tarde especificaram tratar-se de uma rutura muscular no adutor da coxa direita.

Além dos jogos pela seleção da Argentina, a 6 e 11 de outubro, Messi irá falhar as deslocações para o campeonato a Gijon (24 de setembro) e Vigo (2 de outubro) e à Alemanha para defrontar o Borussia Moenchengladbach para a Liga dos Campeões (28 de setembro).

A seleção da Argentina ocupa o terceiro lugar das eliminatórias sul-americanas com 15 pontos, em igualdade pontual com o Brasil e atrás do Uruguai, que lidera com 16 pontos.

Lusa

  • Novo regime dos recibos verdes "acaba com as injustiças dos escalões"
    1:10
  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.