sicnot

Perfil

Desporto

Egito bate Itália e passa aos quartos do Mundial 2016 de futsal

© Lusa

O Egito provocou uma nova surpresa no Mundial de futsal, ao eliminar a Itália na quinta-feira, com uma vitória por 4-3, no prolongamento, assegurando a última vaga nos quartos de final da competição que decorre na Colômbia.

Um dia depois de o Irão ter afastado o bicampeão Brasil nos oitavos de final, os vice-campeões africanos deixaram pelo caminho a terceira classificada das duas últimas edições do Mundial, graças a um golo de Abdelrahman Elashwal, aos 48 minutos, a completar um hat-trick e a desfazer o 3-3 registado no final do tempo regulamentar.

Elashwal, aos 7 e aos 19 minutos, e Essam, aos 34, marcaram os golos do Egito antes do tempo extra, enquanto Murilo, aos 7 e aos 35, e Ercolessi, aos 20, fizeram os tentos da Itália.

Nos quartos de final, o Egito vai defrontar a Argentina, que também se qualificou na quinta-feira, ao bater a Ucrânia por 1-0, também após prolongamento, graças a um golo de Leandro Cuzzolino.

Antes, Portugal ficou a saber que vai discutir o acesso às meias-finais com o Azerbaijão, que superou a Tailândia por 13-8, após prolongamento, em encontro dos oitavos de final, disputado em Medellin.

O embate dos quartos de final entre Portugal e o conjunto azeri está marcado para domingo, pelas 18:00 locais (00:00 de segunda-feira, em Lisboa), no Coliseo el Pueblo, em Cali.

Nos oitavos de final, o Azerbaijão só conseguiu desbloquear o jogo frente à Tailândia no prolongamento, período em que marcou seis golos, depois de se ter atingido o final do tempo regulamentar com um empate 7-7.

Fineo (cinco), Thiago Bonilha (três), Vassoura (dois), Vitaliy Borisov, Fabio Poletto e o guarda-redes Rovshan Huseynli apontaram os tentos dos azeris, no embate com mais golos (21) da edição de 2016 do Mundial, superando os 18 da goleada do Brasil a Moçambique (15-3).

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.