sicnot

Perfil

Desporto

José Peseiro quer mais eficácia ofensiva e defensiva

MANUEL DE ALMEIDA

O treinador José Peseiro disse esta sexta-feira que o Sporting de Braga tem de ser mais eficaz ofensiva e defensivamente do que com o Benfica para vencer o Vitória de Setúbal, sábado, na sexta jornada da I Liga de futebol.

"O Benfica fez uma excelente exibição, o Braga não foi bom porque o Benfica teve menos bem. Não foi melhor porque não tivemos a tal eficácia e sofremos três golos que fizeram parte das coisas menos boas que fizemos. Queremos repetir estas exibições mais vezes", disse, em alusão à derrota no Estádio da Luz (3-1), na jornada anterior, em que o Braga desperdiçou algumas oportunidades com o resultado em 0-0.

Para sábado, o treinador não pode contar com nove jogadores, todos por lesão, sendo os mais recentes Marafona e Hassan, o primeiro a contas com uma entorse no tornozelo esquerdo contraída na Luz e com um problema digestivo de última hora, e o segundo por sobrecarga muscular.

"Temos 17 jogadores, ainda deixámos alguns da equipa B de fora, o mais importante é quem está disponível para ir a jogo", disse o treinador, desvalorizando a questão.

Um deles, confirmou José Peseiro, será o defesa central da equipa B Artur Jorge dada a onda de lesões no setor (Ricardo Ferreira, Velázquez e André Pinto), o que, contudo, não vai levar o clube a procurar reforços porque a lesão de André Pinto não é tão grave como se supunha e Velázquez está perto de regressar.

"Está descartada a hipótese de ir ao mercado, aliás nunca foi opção porque no dia seguinte soubemos que a lesão do André Pinto não era grave", disse.

Não é a primeira vez que José Peseiro lida com muitas lesões nos eixos defensivos, como da primeira vez que esteve em Braga e, na época passada, no FC Porto.

"Lido bem com isso, não ligo a questões de bruxaria, tem a ver com o treino e competição, a responsabilidade é nossa, equipa técnica e não do departamento médico como por vezes se diz. A lesão tem a ver, entre outros fatores, como o excesso de competição, com a intensidade de treino, mas ela tem de existir porque senão ninguém melhora a sua performance", disse.

O Vitória de Setúbal tem feito um bom início de época, só está a dois pontos do Braga e José Peseiro deixou elogios ao plantel e ao treinador dos sadinos, José Couceiro.

"Mas mais importante do que isso é saber o que temos que fazer, a nossa valia, os recursos e a ideia de compromisso que temos. Vai ser um jogo difícil, mas queremos somar os três pontos e contar com o apoio dos nossos adeptos", disse.

No final da conferência de imprensa, o treinador fez questão de deixar uma mensagem de condolências à família e amigos do fotojornalista Paulo Esteves, do jornal A Bola, que faleceu esta semana vítima de um acidente de viação.

Sporting de Braga, quarto classificado, com 10 pontos, e Vitória de Setúbal, oitavo, com oito, defrontam-se às 20:30 de sábado, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.