sicnot

Perfil

Desporto

Yaya Touré diz que foi vítima de racismo toda a vida

© Reuters Staff / Reuters

O futebolista do Manchester City Yaya Touré disse esta terça-feira que foi vítima de racismo durante toda a vida e mostrou-se "desiludido" pelo facto de a FIFA ter terminado o grupo de trabalho contra o racismo.

"Fui vítima de racismo toda a minha vida, tanto na rua, como nos estádios. Depois de lutar durante décadas contra o racismo, porquê acabar com uma coisa que tinha começado a funcionar?", lamentou Yaya Touré, que foi escolhido pela FIFA como consultor da comissão criada em 2013.

O médio explicou que quando recebeu a carta a informar que o grupo de trabalho iria ser desativado ficou "desiludido". A carta enviada continha todas as missões concluídas pelo grupo e a "única esperança" que o jogador tem é a de que a FIFA pense sobre o assunto, alertando que "serão os fãs e os jogadores a sofrer".

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.