sicnot

Perfil

Desporto

Afinal Tyson Fury não se retira e quer defender título de pesos pesados

© Reuters

A retirada do pugilista britânico Tyson Fury, atual campeão mundial de pesos pesados, afinal não passou de uma brincadeira, protagonizada pelo próprio atleta, de 28 anos, que está a recuperar para poder defender os seus títulos.

"Hahahaha. Pensavam que se iam ver livres do Rei Cigano com tanta facilidade. Estou aqui para ficar. Quando melhorar vou defender aquilo que é meu, a minha coroa de campeão de pesos pesados", escreveu Fury na sua conta oficial da rede social Twitter.

Horas antes, igualmente pelo Twitter, o pugilista tinha anunciado a sua retirada, numa altura em que alegadamente terá acusado cocaína num controlo antidoping, realizado no final de setembro.´

Na semana passada, os media norte-americanos avançaram que Tyson Fury acusou cocaína num controlo realizado a 22 de setembro e que iria perder os títulos de campeão mundial (WBA e WBO) devido a uso de uma substância proibida.

O britânico, que nunca sofreu qualquer derrota, tinha um combate agendado para 29 de outubro, em que iria defender os títulos frente ao cazaque Wladimir Klitschko, antigo campeão, que entretanto foi cancelado por Fury não estar em condições médicas para competir.

Com Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Deputados britânicos debatem hoje petição que desvaloriza visita de Donald Trump

    Mundo

    Os deputados britânicos debatem hoje uma petição que reclama que a futura visita de Estado do Presidente norte-americano, Donald Trump, seja reduzida a uma visita oficial, enquanto dezenas de milhares de pessoas se manifestam sobre o mesmo assunto. Dezenas de milhares de pessoas são esperadas hoje nas ruas de várias cidades do Reino Unido, em protestos organizados para coincidir com a discussão no parlamento (na Câmara dos Comuns) de uma petição 'online' que já tem quase dois milhões de subscritores.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Matteo Renzi demite-se da liderança do Partido Democrático

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi demitiu-se hoje da liderança do Partido Democrata (PD), uma decisão que faz parte de uma estratégia para retomar o controlo da formação de centro-esquerda, onde uma minoria mais à esquerda ameaça cindir-se.