sicnot

Perfil

Desporto

Afinal Tyson Fury não se retira e quer defender título de pesos pesados

© Reuters

A retirada do pugilista britânico Tyson Fury, atual campeão mundial de pesos pesados, afinal não passou de uma brincadeira, protagonizada pelo próprio atleta, de 28 anos, que está a recuperar para poder defender os seus títulos.

"Hahahaha. Pensavam que se iam ver livres do Rei Cigano com tanta facilidade. Estou aqui para ficar. Quando melhorar vou defender aquilo que é meu, a minha coroa de campeão de pesos pesados", escreveu Fury na sua conta oficial da rede social Twitter.

Horas antes, igualmente pelo Twitter, o pugilista tinha anunciado a sua retirada, numa altura em que alegadamente terá acusado cocaína num controlo antidoping, realizado no final de setembro.´

Na semana passada, os media norte-americanos avançaram que Tyson Fury acusou cocaína num controlo realizado a 22 de setembro e que iria perder os títulos de campeão mundial (WBA e WBO) devido a uso de uma substância proibida.

O britânico, que nunca sofreu qualquer derrota, tinha um combate agendado para 29 de outubro, em que iria defender os títulos frente ao cazaque Wladimir Klitschko, antigo campeão, que entretanto foi cancelado por Fury não estar em condições médicas para competir.

Com Lusa

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • George H. Bush nos cuidados intensivos e mulher também hospitalizada

    Mundo

    O antigo Presidente dos Estados Unidos da América e a sua mulher estão hospitalizados em Houston, no Texas. George H. W. Bush foi admitido no sábado, devido a um problema respiratório derivado de pneumonia, enquanto Barbara Bush entrou esta quarta-feira no hospital, por sintomas de fadiga e tosse.

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..