sicnot

Perfil

Desporto

Afinal Tyson Fury não se retira e quer defender título de pesos pesados

© Reuters

A retirada do pugilista britânico Tyson Fury, atual campeão mundial de pesos pesados, afinal não passou de uma brincadeira, protagonizada pelo próprio atleta, de 28 anos, que está a recuperar para poder defender os seus títulos.

"Hahahaha. Pensavam que se iam ver livres do Rei Cigano com tanta facilidade. Estou aqui para ficar. Quando melhorar vou defender aquilo que é meu, a minha coroa de campeão de pesos pesados", escreveu Fury na sua conta oficial da rede social Twitter.

Horas antes, igualmente pelo Twitter, o pugilista tinha anunciado a sua retirada, numa altura em que alegadamente terá acusado cocaína num controlo antidoping, realizado no final de setembro.´

Na semana passada, os media norte-americanos avançaram que Tyson Fury acusou cocaína num controlo realizado a 22 de setembro e que iria perder os títulos de campeão mundial (WBA e WBO) devido a uso de uma substância proibida.

O britânico, que nunca sofreu qualquer derrota, tinha um combate agendado para 29 de outubro, em que iria defender os títulos frente ao cazaque Wladimir Klitschko, antigo campeão, que entretanto foi cancelado por Fury não estar em condições médicas para competir.

Com Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04
  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.