sicnot

Perfil

Desporto

Infantino quer aumentar número de seleções no Mundial para 40 ou 48

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, revelou esta segunda-feira em Bogotá que está a ponderar a ideia de aumentar o número de seleções participantes no Mundial de futebol para 40 ou 48 a partir de 2026.

"O nosso dever é desenvolver o futebol e por isso propus durante a minha campanha eleitoral um Mundial com 40 seleções, oito mais do que acontece atualmente", disse Infantino, durante uma visita à Universidade Sérgio Arboleda, em Bogotá, à qual assistiu para apoiar o projeto "Futebol+Educação".

O dirigente justificou o aumento de seleções do Mundial com o impacto social que o futebol tem em todo o mundo.

"Se a Colômbia se qualifica para o Mundial, todo o país vive em euforia, há felicidade. Se não se qualifica, há tristeza, é uma tragédia nacional. Isso mostra a força do futebol e do Mundial", disse Infantino, dando um exemplo do impacto social que o futebol tem.

Sobre a eventual participação futura de 48 seleções -- atualmente participam 32 -- afirmou que se trata de uma ideia que será debatida no Conselho da FIFA na próxima semana, ressalvando, porém, que a decisão final só será tomada em janeiro de 2017.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.