sicnot

Perfil

Desporto

Benfica vai a eleições a 27 de outubro

© Reuters

As eleições para os órgãos sociais do Benfica para o quadriénio 2016/2020 realizam-se a 27 de outubro, comunicou esta terça-feira o clube, com o anúncio da convocatória da assembleia geral ordinária eleitoral.

O presidente em exercício, o empresário Luís Filipe Vieira, é, até ao momento, o único candidato ao cargo, que ocupa desde 2003.

A 27 de julho, Luís Filipe Vieira apresentou a sua recandidatura à liderança dos encarnados, apontando a conquista do tetracampeonato pela equipa de futebol como uma das ambições para o novo mandato.

Numa nota do presidente da mesa da AG, Luís Nazaré, é comunicado que a assembleia eleitoral "funcionará no Pavilhão 2 do Complexo Desportivo do Estádio da Luz" e terá secções de voto nas casas do Benfica em Vila Nova de Famalicão, Évora e Faro.

Os sócios dos encarnados residentes na Madeira, Açores e fora de Portugal poderão votar pela internet.

As eleições irão decorrer das 10:00 às 22:00 e após o fecho das urnas será feito o apuramento dos resultados, que deverão, como é prática no clube da luz, ser conhecidos pouco depois.

Na convocatória, o presidente da mesa da Assembleia Geral, informa também que as listas de candidatura aos órgãos sociais terão que ser apresentadas até às 17:00 de 17 de outubro, na secretaria geral do clube.

Lusa

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.