sicnot

Perfil

Desporto

Hélder Rodrigues falha pódio no Rali de Marrocos ao ficar em quarto lugar

O motard português Hélder Rodrigues (Yamaha) ficou esta sexta-feira em quarto lugar na classificação geral do Rali de Marrocos, última prova do Mundial todo-o-terreno, e falhou um lugar no pódio, apesar do seu percurso ascensional na prova.

Na última etapa, na distância de 230 quilómetros, o piloto português cortou a meta em terceiro lugar, a 02.55 minutos do vencedor da etapa, o australiano Toby Price (KTM), que fez o tempo de 2:29.48 horas, o que lhe permitiu arredar da liderança o britânico Sam Sunderland (KTM) e arrebatar a vitória no Rali.

Price partiu para a derradeira etapa com um atraso de apenas 1.07 minutos em relação ao então líder Sam Sunderland, cuja prestação na etapa de hoje comprometeu o triunfo na prova, ao ficar em oitavo lugar, a 8.51 minutos do australiano, e o arredou para o segundo lugar da classificação geral, a 7.44 minutos do australiano.

Em segundo lugar na etapa ficou o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna), a 2.21 de Price, tempo que lhe permitiu segurar o terceiro lugar na classificação geral, a 17.02 minutos do primeiro.

Hélder Rodrigues ficou em quarto lugar da classificação geral, a 19.05 minutos de Toby Price.

Os outros portugueses ainda em prova, Joaquim Rodrigues (Hero) e Mário Patrão (KTM) ficaram em 16º e 18º lugares da classificação geral, a 1.56:02 e 2.13:56 horas, respetivamente, do vencedor.

Paulo Gonçalves (Honda), que chegou a liderar o Rali, acabou por desistir por problemas mecânicos na sua moto.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.