sicnot

Perfil

Desporto

Internacional finlandês Emerenko suspenso por consumo de substância ilegal

O futebolista finlandês Roman Emerenko, que atua no CSKA de Moscovo, foi suspenso esta sexta-feira pela UEFA por 30 dias, devido ao "consumo de uma substância alternativa ao tabaco", falhando assim os jogos frente ao Mónaco na Liga dos Campeões.

A substância fumada pelo jogador internacional - uma espécie de tabaco húmido - é autorizada na região da Escandinávia, em países como a Dinamarca, Suécia ou Noruega. Todavia, no resto da Europa, o seu consumo está interdito.

Em declarações à AFP, Mikael Eravuori, porta-voz da Federação Finlandesa de Futebol (FFF), confirmou a suspensão "imediata, por 30 dias" do médio finlandês, embora a UEFA "não tenha explicado oficialmente o porquê".

O elemento do organismo que tutela o futebol finlandês acrescentou, porém, que um resultado positivo num controlo antidoping poderá "ser uma das razões, mas não a única" para tal suspensão.

Sergei Aksenov, porta-voz do clube campeão russo, recusou comentar, aos meios de comunicação locais, as razões da suspensão da UEFA, que remeteu para o clube e seleção do jogador explicações sobre o caso.

O internacional finlandês, de 29 anos, ficou, inclusive, impedido de representar a Finlândia no jogo de quinta-feira frente à Islândia (2-3) na fase de qualificação para o Mundial2018.

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.