sicnot

Perfil

Desporto

Justiça francesa solicita acusação de Cissé no caso de chantagem a Valbuena

A justiça francesa solicitou esta terça-feira a acusação do futebolista francês Djibril Cissé, no âmbito do caso de tentativa de chantagem ao médio Mathieu Valbuena, do Lyon, em que também está acusado o avançado Karim Benzema, do Real Madrid.

De acordo com a televisão pública francesa, a o ministério público de Versalhes justifica a inclusão de Djibril Cissé na lista de acusados com base numa numa conversa telefónica que o jogador terá mantido com Karim Benzema sobre a presumível chantagem.

Djibril Cissé, de 35 anos, chegou a ser detido no ano passado pelas autoridades no âmbito do mesmo processo, mas acabou libertado, a 13 de outubro, por decisão da juíza instrutora do processo.

O ministério público de Versalhes decidiu recorrer da decisão e o Tribunal de Recurso deverá pronunciar-se esta sexta-feira.

Na origem da investigação está um vídeo de cariz sexual alegadamente protagonizado por Valbuena e que terá servido para chantagear o jogador.

Lusa

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.