sicnot

Perfil

Desporto

Esquiadora olímpica portuguesa Camille Dias termina carreira

A esquiadora, de 20 anos, residente na Suíça, participou nos Jogos Olímpicos Sochi2014, na Rússia, onde terminou a prova de 'slalom' em 40.º lugar e o 'slalom' gigante na 59.ª posição. (Arquivo)

© Leonhard Foeger / Reuters

Camille Dias, representante portuguesa nos Jogos Olímpicos de Inverno Sochi2014, terminou a carreira desportiva, revelou esta terça-feira à agência Lusa o seleccionador nacional de esqui, Sérgio Figueiredo.

"A Camille, por motivos pessoais e profissionais, abandonou, acabou a carreira desportiva. Já não vai participar nos próximos Jogos Olímpicos de Pyeongchang2018, na Coreia do Sul. Pode, eventualmente, fazer esqui recreativo, mas a competição, abandonou", informou o técnico nacional.

A esquiadora, de 20 anos, residente na Suíça, participou nos Jogos Olímpicos Sochi2014, na Rússia, onde terminou a prova de 'slalom' em 40.º lugar e o 'slalom' gigante na 59.ª posição.

Na Rússia, Portugal esteve representado por dois atletas de esqui alpino, ambos lusodescendentes residentes no estrangeiro.

Camille Dias, tal como Arthur Hanse, foi até junho apoiada através da Bolsa de Solidariedade Olímpica, comissão do Comité Olímpico Internacional (COI).

A esquiadora, nascida na Suíça, é filha de pai português e mãe helvética.

Lusa

  • Desde 2005 morreram 72 bombeiros mas ninguém sabe quantos ficaram feridos
    2:02

    Reportagem Especial

    "Vidas de Fogo" é a Reportagem Especial desta noite, sobre os bombeiros feridos em combate a incêndios florestais. Este ano, durante o período mais crítico dos fogos, vão estar no terreno quase 10.000 operacionais. Grande parte são bombeiros voluntários. Vamos contar cinco casos de bombeiros feridos em combate e tentar saber como se recupera de um acidente, como se vive depois de queimado e como se lida com a morte de colegas durante um fogo.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.