sicnot

Perfil

Desporto

Benfica e Sporting sublinham objetivo de conquistar a Taça de Portugal

Benfica e Sporting podem encontrar-se apenas na final da Taça de Portugal de futebol, depois do sorteio dos quartos de final e meias-finais, realizado esta terça-feira na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Os dois rivais lisboetas vão defrontar na próxima ronda Leixões (II Liga) e Desportivo de Chaves, respetivamente, voltando a "evitar-se" no emparelhamento dos jogos das "meias", com a meta do Jamor em vista.

Em declarações aos jornalistas após o sorteio, Octávio Machado, diretor para o futebol dos "leões", salientou a dificuldade da eliminatória com os flavienses, mas reiterou o sonho da presença na final.

"É um adversário de respeito, que já eliminou o FC Porto, está a fazer um campeonato de muita qualidade, mas isso não diminui em nada a nossa vontade, o nosso querer e a nossa determinação em querer chegar à final da Taça de Portugal", frisou o dirigente "leonino", sem réplica do Chaves, face à ausência dos representantes do clube transmontano.

A representar o Benfica esteve o diretor Lourenço Coelho, que sublinhou a importância de uma abordagem séria na eliminatória com o emblema do segundo escalão. "Neste momento, somos a única equipa portuguesa que, além de um título, está em todas as competições. Essa é uma das forças do nosso grupo: saber que o que foi feito para trás não garante nada no futuro. Temos de abordar muito seriamente este jogo para seguir em frente, como é o nosso objetivo", referiu.

Já para o Leixões, a partida no Estádio da Luz é encarada como mais uma etapa no sonho da equipa. "Vai ser um prazer e um privilégio visitar o Estádio da Luz. Será importante para os nossos jogadores, para a motivação deles. É taça e tudo é possível. Estamos aqui para continuar a sonhar", disse Paulo Lobo, presidente do Leixões.

Os outros embates dos "quartos" colocam também frente a frente formações das I e II ligas, com o Estoril a receber a Académica e o Vitória de Guimarães a visitar o Sporting da Covilhã.

Depois de protagonizar uma das surpresas da ronda anterior, ao afastar o Sporting de Braga, os "serranos", pela voz do seu presidente, José Mendes, reiteraram a "ambição de chegar às meias-finais" da Taça.

"Somos uma equipa da II Liga e o Vitória de Guimarães está a fazer um grande campeonato. É a festa do futebol, por isso, vamos recebê-los de braços abertos e fazer com que a II Liga consiga dar mais um passo. É um jogo e tudo pode acontecer", declarou.

Por sua vez, Flávio Meireles, diretor do Vitória de Guimarães, disse que a equipa está avisada para o valor dos "serranos". "Ficou bem patente na eliminatória anterior: o Sporting da Covilhã eliminou uma equipa da I Liga fora de casa. Agora vai jogar em casa, é um fator extra positivo para o Covilhã, mas o Vitória vai fazer tudo para passar esta eliminatória".

O Estoril fez-se representar por Tiago Freitas, tendo este assegurado a determinação do clube em dar mais um passo rumo ao Jamor. "A nossa preparação começa já na madrugada de sexta-feira. Vamos trabalhar muito, inclusive enquanto outros estarão a festejar o Natal", atirou.

Por fim, a Académica, através do seu representante, Filipe Dinis, revelou "o privilégio" por defrontar os "estorilistas" nesta fase e lembrou o historial do clube na competição. "A Académica já venceu esta prova duas vezes. Vamos trabalhar um bocadinho mais do que o Estoril para conseguir isso", sentenciou.

Os quartos de final disputam-se de 17 a 19 de janeiro, enquanto a primeira mão das meias-finais está prevista para 01 de março e a segunda para 05 de abril.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.