sicnot

Perfil

Desporto

Liverpool ganha ao City e Chelsea iguala recorde de Arsenal

© Reuters Staff / Reuters

Um golo madrugador do holandês Georginio Wijnaldum chegou para o Liverpool vencer este sábado em casa o Manchester City, por 1-0, no jogo grande da 19.ª jornada da liga inglesa de futebol, que manteve o Chelsea na liderança.

Wijnaldum marcou logo aos 8 minutos e garantiu os três pontos aos Liverpool, que se distanciou do City, agora no terceiro lugar a quatro pontos, e manteve a perseguição ao Chelsea.

Os blues igualaram o recorde de 13 vitórias consecutivas na liga inglesa, que pertencia a solo ao Arsenal, depois de golearem em casa o Stoke City, por 4-2.

Com este triunfo folgado, o Chelsea, que perdeu pela última vez para o campeonato a 24 de setembro, precisamente no terreno do Arsenal (3-0), manteve os seis pontos de vantagem sobre o Liverpool.

Em Stamford Bridge o jogo chegou empatado a duas bolas até aos 65, altura em que William bisou para o Chelsea e desfez o nó.

As dúvidas terminaram a cinco minutos do fim, quando Diego Costa marcou o quarto para os anfitriões e fechou o resultado.

Em Old Trafford, no reencontro de José Mourinho com Karanka, adjunto do português no Real Madrid, o Manchester United venceu o Middlesbrough por 2-1, mas não ganhou para o susto.

Depois de uma primeira parte sem golos, os visitantes passaram para a frente do marcador aos 67 minutos, com um golo de Grand Leadbitter, mas o Middlesbrough deixou fugir a vantagem, e os três pontos, nos últimos cinco minutos.

Na reta final do jogo, e em apenas um minuto, o Manchester United deu a volta ao resultado. O francês Antony Martial empatou para os 'red devils', aos 85, e o seu compatriota Pogba fixou o resultado para os anfitriões um minuto depois.

Esta foi a quinta vitória consecutiva no campeonato do Manchester United, que manteve o sexto lugar, mas 'colou-se' provisoriamente ao quinto, o Tottenham, que visita no domingo o Watford.

O campeão Leicester regressou às vitórias na liga inglesa, após um empate e uma derrota, graças a um golo solitário do ex-sportinguista Islam Slimani, aos 20 minutos, que valeu os três pontos na receção ao West Ham.

Com este triunfo, a equipa orientada pelo italiano Claudio Ranieri 'respira' um pouco melhor no campeonato, mantendo o 15.º lugar, mas com mais seis pontos que o primeiro clube abaixo da 'linha de água', o Sunderland, goleado por 4-1 na visita ao Burnley.

Já o Swansea 'afundou-se' no último lugar e já está a quatro pontos do primeiro clube acima da zona de despromoção, o Crystal Palace, que visita no domingo o 'vizinho' Arsenal.

Depois da demissão na terça-feira do treinador norte-americano Bob Bradley, que esteve no cargo menos de três meses, o Swansea foi orientado pelo 'interino' Alan Curtis e não evitou uma pesada derrota por 3-0 em casa, diante do Bournemouth.

A equipa forasteira chegou ao intervalo a vencer por duas bolas, após os golos do jovem congolês Benik Afobe, aos 25 minutos, e do escocês Ryan Fraser, aos 45+1. Na segunda parte, o norueguês Joshua King fechou a contagem para os visitantes a dois minutos dos 90.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.