sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto insurge-se contra Conselho de Arbitragem

JOSE COELHO

O FC Porto pede um esclarecimento público ao Conselho de Arbitragem sobre a atuação de Luís Godinho no jogo de terça-feira com o Moreirense. O clube diz que Luís Godinho "interpretou mal o papel de árbitro".

Através da publicação Dragões Diário, o clube reclama que seja dada uma explicação pelo órgão liderado por José Fonte-las Gomes sobre a escolha do juiz de Braga.

O FC Porto considera incompreensível a promoção de Luís Godinho a árbitro internacional e questiona a escolha de um juiz "até ontem desconhecido". Na publicação, os azuis e brancos garantem que Luís Godinho "interferiu claramente com a verdade desportiva".

No Dragões Diário, voltou a falar-se sobre o facto de ficarem por marcar penáltis a favor do FC Porto e a percentagem de erros em prejuízo dos dragões. O FC Porto aponta ainda o dedo ao presidente da APAF, Luciano Gonçalves.

O clube fica à espera de esclarecimentos públicos das autoridades da arbitragem "sobre esta pouca vergonha".

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42