sicnot

Perfil

Desporto

France Football elege Zidane o melhor treinador francês de 2016

© Arnd Wiegmann / Reuters

Zinedine Zidane, do Real Madrid, foi considerado o melhor treinador francês de 2016 para a revista France Football, devido às conquistas da Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e Mundial de clubes.

A escolha acontece no mesmo dia em que a FIFA revelará o melhor treinador de 2016, numa lista em que o francês concorre com o português Fernando Santos, que levou Portugal ao título europeu, e o italiano Claudio Ranieri, campeão inglês com o Leicester.

"Ter a oportunidade de fazer o que amo, saborear a vitória. São coisas que usufrui como jogador e que agora faço como treinador, ainda que seja um trabalho de "loucos". Vivo cada dia intensamente, sei que um dia terminará", disse o ex-futebolista à France Football.

A revista lembra ainda que "Zizou", que venceu o Mundial1998 com a França, só perdeu dois dos 55 jogos que dirigiu com o Real Madrid, desde que assumiu o cargo a 04 de janeiro do último ano.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.