sicnot

Perfil

Desporto

Maradona e Puyol apoiam alargamento do número de seleções no Mundial de futebol

© Arnd Wiegmann / Reuters

Diego Maradona e Carles Puyol, antigos capitães das seleções argentina e espanhola, respetivamente, apoiaram esta segunda-feira a proposta de alargar o número de 32 para 48 seleções na fase final no Mundial de futebol, a partir de 2026.

"Parece-me fantástico", afirmou Maradona ao ser questionado sobre o que pensava da dita proposta, que será debatida na terça-feira pelo Cnselho da FIFA.

O "astro" argentino encontra-se em Zurique a participar na cerimónia "The Best", que irá eleger hoje os melhores entre os melhores do mundo de futebol e fez parte do encontro amigável que juntou outras lendas e dirigentes da entidade que rege o futebol mundial.

Maradona explicou à imprensa o seu apoio ao alargamento do número de seleções. "Parece-me ótimo, porque irão dar-se mais oportunidades e esperança a equipas e países que nunca participaram numa competição tão linda", explicou o antigo avançado.

O ex-jogador do FC Barcelona não considera que a qualidade do Mundial vá diminuir com este alargamento. "Quanto mais equipas melhor, assim mais gente vem para os campos de futebol", acrescentou.

Esta é uma opinião que é partilhada por Puyol, que também definiu a proposta como "fantástica". "Um Mundial é a festa do futebol e quantas mais seleções possam participar melhor, quanto mais adeptos possam disfrutar melhor", assinalou Puyol, que também jogou na partida amigável.

A segunda reunião do Conselho, órgão que substituiu o Comité Executivo, irá analisar na terça-feira as quatro propostas que recebeu sobre o formato do Mundial do futebol de 2026, que passam por continuar com o modelo atual de 32 seleções ou por alargar para 40 ou 48 equipas.

O aumento do número de seleções é, na opinião do presidente da FIFA, Gianni Infantino, algo que "toda a gente quer" e que "não subtrai qualidade" à competição.

Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25