sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea recebe luz verde para a construção do novo Stamford Bridge

© Andrew Couldridge / Reuters

O concelho londrino de Hammersmith & Fulham aprovou esta quinta-feira o projeto do Chelsea para a construção de um novo estádio Stamford Bridge, com uma capacidade para mais de 60.000 pessoas.

A equipa de futebol do sudoeste da capital britânica vai desembolsar 500 milhões de libras (572,5 milhões de euros) na demolição do atual recinto e na construção de um novo.

"Estamos muito contentes por termos recebido a autorização necessária para empreender a remodelação da nossa histórica casa", manifestou o Chelsea, em comunicado.

O clube salientou que a luz verde do concelho de Hammersmith & Fulham não significa que as obras possam começar de imediato.

"É um passo muito importante que é preciso dar antes de começarmos a trabalhar, mas ainda nos falta obter outras autorizações", pode ler-se na nota.

Na atualidade, o estádio Stamford Bridge, inaugurado em abril de 1877 e remodelado em duas ocasiões, uma na temporada 1904/1905 e outra na década de 1990, pode acolher pouco mais de 41.600 espetadores.

O Chelsea apresentou o projeto para a construção de um novo estádio a 01 de dezembro de 2015, mas só hoje recebeu a autorização do concelho londrino, onde está situado o estádio, para levar a cabo a demolição total do recinto e a edificação de um novo durante um período de três anos.

As obras obrigariam os "blues" a jogar fora daquela que foi a sua casa nos últimos 111 anos durante, pelo menos, três temporadas.

Os estádios de Wembley, situado no norte da capital britânica e com capacidade para 90.000 espetadores, e de Twickenham, a casa da seleção inglesa de râguebi localizado no sudoeste de Londres, são os recintos que o Chelsea está a analisar como hipóteses para disputar os seus encontros em casa enquanto a construção decorrer.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.