sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Nápoles critica "absurdo" de Taça das Nações Africanas em janeiro

© Ciro Luca / Reuters

O treinador do Nápoles, Maurizio Sarri, considerou esta sexta-feira "um absurdo" a realização da Taça das Nações Africanas (CAN) de futebol em janeiro, competição que privou o clube de três jogadores.

"Em minha opinião é um absurdo que a Taça das Nações Africanas decorra em janeiro. Fomos privados de três jogadores em consequência desta competição, é uma monstruosidade", disse, em conferência de imprensa.

Em terceiro na Liga italiana, o Nápoles enfrenta no sábado em San Siro o AC Milan sem poder contar com três jogadores ausentes na CAN: o defesa central senegalês Kalidou Koulibaly, o lateral esquerdo argelino Faouzi Ghoulam e o atacante marroquino Omar El Kaddouri.

Lusa

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • "A maioria das pessoas que criticou André Ventura nunca viveu esses problemas"
    3:43

    Opinião

    A polémica em torno das declarações do candidato do PSD à Câmara de Loures, André Ventura, sobre o modo de vida da etnia cigana no concelho, esteve em análise no Jornal da Noite desta segunda-feira. Miguel Sousa Tavares defende que "os problemas existem mas não podem ser generalizados". O comentador SIC considera, ainda assim, que André Ventura tem razão quando diz que "a maioria das pessoas que o criticou nunca viveu esses problemas".

    Miguel Sousa Tavares