sicnot

Perfil

Desporto

Murray afastado do Open da Austrália por Mischa Zverev, 50º do ranking mundial de ténis

© Edgar Su / Reuters

O britânico Andy Murray, líder do 'ranking' mundial de ténis, foi hoje eliminado nos oitavos de final do Open da Austrália, ao perder frente ao alemão Mischa Zverev, 50.º da hierarquia, pelos parciais 7-5, 5-7, 6-2 e 6-4.

O primeiro Grand Slam do ano ficou sem os seus dois primeiros cabeças de série, depois de o sérvio Novak Djokovic, segundo do mundo e detentor do título australiano, ter sido afastado do torneio pelo uzbeque Denis Istomin.

Esta foi a primeira vez, desde a edição de 2014 de Roland Garros, que os dois primeiros do circuito perdem antes dos quartos de final num "major".

Murray, cinco vezes finalista em Melbourne, foi surpreendido pelo jogo ultra ofensivo e espetacular de Mischa Zverer, num embate que durou três horas e 34 minutos.

O alemão de origem russa e irmão mais velho de Alexander Zverev, um dos tenistas mais promissores do circuito, vai estrear-se nos quartos de final de um Grand Slam, frente ao suíço Roger Federer ou ao japonês Kei Nishikori.

Lusa

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50