sicnot

Perfil

Desporto

Guarda-redes da Chapecoense relata com emoção os momentos após o acidente

© Paulo Whitaker / Reuters

O futebolista da Chapecoense Jackson Follmann, um dos sobreviventes do acidente aéreo que vitimou quase toda a equipa do clube brasileiro, relatou os momentos que se seguiram ao acidente e garantiu que quer voltar a ter uma vida normal.

Em entrevista à cadeia televisiva Globo, o guarda-redes explicou que logo após a queda do avião na Colômbia, perto de Medellín, a 28 de novembro, gritou: "Não quero morrer".

Segundo Follmann, todas as luzes do avião da companhia boliviana Lamia, que transportava a equipa da Chapecoense para a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional, "se apagaram", e logo depois "o avião começou a flutuar lentamente".

"Foi tudo muito rápido. Abri os olhos, estava muito escuro e muito frio. Tiritava de frio e gritava: "Socorro, não quero morrer". Alguns amigos, que também ainda estavam vivos também gritavam. Ouvi as equipas de resgate chegar e gritarem: Polícia Nacional", explicou o jogador, que depois terá perdido a consciência.

O guardião, que voltou a estar consciente quatro dias depois quando estava internado num hospital de Medellín, recordou de forma emocionada o momento em que recebeu a visita da mãe.

"A minha mãe entrou e falou comigo. Foi muito difícil. Ela chorava muito quando abri os olhos", afirmou o jogador, que na sequência do acidente ficou sem parte da perna direita.

Jackson Follmann garantiu que os seus planos a curto prazo passam por recuperar completamente do acidente e casar-se.

A 28 de novembro de 2016, a queda do avião da companhia boliviana Lamia perto de Medellín, na Colômbia, causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores da Chapecoense, dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa de futebol brasileira.

No domingo, a Chapecoense voltou aos relvados com um empate a dois golos com o Palmeiras, depois de ter recrutado 22 novos jogadores.

Antes do jogo, Follmann e os outros dois jogadores que sobreviveram - Neto e Alan Ruschel - levantaram a Taça Sul-Americana, que a confederação sul-americana decidiu entregar à Chapecoense.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.