sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid, Barcelona e Juventus aliam-se em campanha contra a discriminação

© Juan Medina / Reuters

O Real Madrid, o FC Barcelona e a Juventus juntaram-se esta terça-feira à UNESCO para apoiarem a campanha contra a discriminação no futebol "Sem respeito não há jogo".

No âmbito da campanha, que termina no final do campeonato espanhol, vão começar a realizar-se palestras educativas, a partir de fevereiro, para mais de 10.000 crianças entre os 10 e 12 anos, em 200 escolas de Espanha.

A campanha foi apresentada pelos presidentes dos três clubes, Florentino Pérez, do Real Madrid, Josep María Bartomeu, do FC Barcelona e Andrea Agnelli, da Juventus e pela subdiretora geral de Ciências Sociais e Humanas da UNESCO, Nada Al-Nashif.

O objetivo é "educar as crianças que a abordagem ao futebol deve ser séria, positiva e respeitadora perante os outros", conforme explicou o presidente do clube italiano, Agnelli.

Bartomeu definiu "as atitudes xenófobas ou homofóbicas" como "uma construção mental, cultural e política" que muito preocupa os clubes, cuja responsabilidade é, segundo o presidente do 'Barça', "trabalhar e colaborar para ajudar a que se aceite que cada jogador tem as suas qualidades e que a cor da pele não importa".

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, defendeu que "é imprescindível que o futebol se mantenha unido e firme, pois no desporto não há espaço para os radicais e intransigentes".

"O desporto tem o poder de lutar contra a discriminação e a desigualdade e promover a tolerância", sublinhou Nada Al-Nashif.

Lusa

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08