sicnot

Perfil

Desporto

Inventor do doping mecânico admite que ciclistas podem recorrer a motores desde 1998

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Istvan Varjas, o engenheiro húngaro considerado o cérebro da invenção do doping mecânico, disse esta sexta-feira acreditar que os ciclistas profissionais recorrem a essa forma de "dopagem" desde 1998.

Num segmento do programa "60 Minutes", da cadeia norte-americana CBS, que irá para o ar no domingo, Varjas revela que, em 1998, desenhou um motor para caber dentro do quadro de uma bicicleta, que foi comprado por um anónimo por dois milhões de dólares (cerca de 1,871 milhões de euros).

O acordo, com o comprador anónimo, incluía também uma cláusula que obrigava o engenheiro húngaro a não trabalhar em novos modelos de motores, falar sobre eles ou vendê-los durante dez anos. Varjas reconheceu que pensa que a sua "criação" foi usada para fazer "batota" em provas de ciclismo, mas negou ter responsabilidade na disseminação do doping mecânico.

No mesmo programa, o norte-americano Greg LeMond, três vezes vencedor da Volta a França, exigiu maior controlo por parte das entidades responsáveis do ciclismo."Isto é curável, é solucionável. Não vou confiar até descobrirem como tirar o motor da bicicleta. Não confiarei em qualquer vitória na Volta a França", disse LeMond.

Em dezembro, em entrevista ao diário francês Le Monde, Varjas revelou que uma grande investigação televisiva pode apresentar, em breve, mais detalhes sobre o doping mecânico ou "fraude tecnológica", como é apelidada pela União Ciclista Internacional (UCI).

De acordo com o engenheiro húngaro, a investigação poderia ser emitida em janeiro, com o diário francês a arriscar que as novas revelações podem causar um "terramoto" tão grande como o "affaire" Festina, o primeiro caso conhecido de um esquema de dopagem organizado, que 'parou' a Volta a França de 1998.

Lusa

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Marcelo defende debate alargado sobre saúde
    0:57

    País

    O Presidente da República defende que um debate profundo sobre o futuro da saúde deve envolver todos os intervenientes políticos. Para Marcelo Rebelo de Sousa quanto mais partidos estiverem envolvidos na discussão, melhor.

  • Governo apresenta medidas que privilegiam arrendamento e reabilitação
    1:16

    País

    O Governo apresentou esta tarde um novo pacote de medidas para a habitação. Trata-se de uma visão que privilegia o arrendamento e a reabilitação como formas de garantir o acesso a todas as famílias a uma habitação adequada. O primeiro-ministro diz que é preciso segurança nos contratos de arrendamento e avança por isso como uma proposta de benefícios.

  • Salah Abdeslam e cúmplice condenados a 20 anos por tentativa de assassínio de cariz terrorista
    1:11

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo, que remete para o momento em que foi detido em Bruxelas, em março de 2016. Salah Abdeslam e um cúmplice foram considerados culpados de tentativa de assassínio de cariz terrorista pela participação numa troca de tiros com a polícia belga da qual resultaram três agentes feridos. 

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC