sicnot

Perfil

Desporto

Ministro espanhol reconhece que há "muitas atitudes preocupantes no futebol"

Reuters

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Espanha, Alfonso Dastis, admitiu hoje que existem "muitas atitudes preocupantes no futebol", em referência ao caso do jogador ucraniano Roman Zozulya, acusado de ter passado nazi pelos adeptos do Rayo Vallecano.

"O Governo não abordou este assunto, mas a verdade é que é uma questão que, para um adepto de futebol, como eu, é preocupante. (...) Há muitas atitudes preocupantes no futebol", disse Dastis, assinalando que o executivo espanhol "é integrador e não xenófobo".

As declarações do ministro surgem um dia depois da reunião entre o presidente da Liga Profissional de Futebol, Javier Tebas, e o embaixador da Ucrânia em Espanha, Anatoliy Scherba, da qual resultou a conclusão de que o governo espanhol deve apoiar o futebolista e que este tem o direito de trabalhar.

O recente empréstimo de Zozulya, que tem contrato com o Bétis até 2019, ao Rayo Vallecano foi anulado depois de os adeptos do clube madrileno terem protestado veementemente contra a contratação do futebolista.

Na quarta-feira, somente um dia depois de ser anunciada a sua cedência ao Rayo Vallecano, da segunda divisão espanhola, o internacional ucraniano, de 27 anos, decidiu voltar a Sevilha, após ter sido confrontado com manifestações de adeptos contra o seu suposto passado nazi.

Zozulya reconheceu ter colaborado com o exército da Ucrânia com a intenção de defender o seu país, mas garante não ser apoiante nem estar ligado a qualquer movimento de apoio a um grupo paramilitar ou neonazi.
O futuro do futebolista ucraniano é incerto, uma vez que o seu empréstimo ao Rayo aconteceu antes do fecho de mercado de transferências, o que significa que não pode jogar pelo Bétis ou por qualquer outro clube europeu antes da abertura do mercado de verão.

  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.