sicnot

Perfil

Desporto

Antiga estrela da NBA pede desculpa por agressão a adepto

O antigo basquetebolista dos New York Knicks, Charles Oakley, pediu esta quinta-feira desculpas pelos confrontos físicos em que se envolveu quarta-feira nas bancadas do Madison Square Garden, mas enjeitando responsabilidade pelos acontecimentos.

"Quero apresentar as minhas desculpas aos espetadores e a todos os que presenciaram a cena, mas não sou alguém que provoque problemas", declarou o antigo basquetebolista.

Charles Oakley foi detido na quarta-feira depois de se ter envolvido em confrontos físicos nas bancadas do Madison Square Garden, onde assistia ao jogo dos Knicks com os Los Angeles Clippers, da liga norte-americana de basquetebol (NBA), perto do proprietário da equipa nova-iorquina, James Dolan, com quem manteve sempre uma relação tensa.

Segundo um elemento das relações públicas da equipa de Nova Iorque, Oakley foi retirado do recinto e detido pela polícia nova-iorquina.

"Não falei com ele [James Dolan] , muito menos o insultei", disse Okley à rádio ESPN, sustentando que tudo começou quando foi abordado no interior do recinto por "oito a dez pessoas" que lhe deram instruções para abandonar o local.

Os Knicks acusam o antigo jogador do clube de se ter comportado "de forma inapropriada e abusiva" - "Foi um grande 'Knick' e esperamos que receba ajuda", referiu um responsável do clube.

"Dezenas de vigilantes, funcionários do Madison e polícias foram testemunhas do comportamento injurioso [de Oakley] , que começou logo desde que entrou e se prolongou até à sua detenção", indicou o clube.

Oakley, que começou a carreira em 1985, serviço dos Chicago Bulls, transferiu-se em 1988 para os New York Knicks, clube que representou durante dez anos.

Em 2004, abandonou a carreira, depois de defender as cores dos Houston Rockets por uma época. Na época 2010-2011, Charles Oakley teve uma curta experiência como adjunto nos Charlotte Bobcats.

Lusa

  • Antigo jogador da NBA envolvido em cenas de violência com adepto
    0:31

    Desporto

    O jogo desta quarta-feira entre os New York Knicks e os Los Angeles Clippers, na NBA, ficou marcado por um momento de tensão nas bancadas do Madison Square Garden. O antigo jogador dos Knicks, Charles Oakley, estava a assistir ao jogo quando se envolveu numa troca de palavras com um fã e com um responsável da equipa. Ambos discutiram e a segurança foi chamada para acalmar a situação. Oakley não gostou e confrontou os seguranças. O antigo jogador foi mesmo retirado do pavilhão e detido pela polícia. Esta época, ao contrário do que era esperado, os Knicks continuam a crise de resultados. No final do jogo, somaram mais um desaire, ao perderem por 115-119.

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.