sicnot

Perfil

Desporto

Antiga estrela da NBA pede desculpa por agressão a adepto

O antigo basquetebolista dos New York Knicks, Charles Oakley, pediu esta quinta-feira desculpas pelos confrontos físicos em que se envolveu quarta-feira nas bancadas do Madison Square Garden, mas enjeitando responsabilidade pelos acontecimentos.

"Quero apresentar as minhas desculpas aos espetadores e a todos os que presenciaram a cena, mas não sou alguém que provoque problemas", declarou o antigo basquetebolista.

Charles Oakley foi detido na quarta-feira depois de se ter envolvido em confrontos físicos nas bancadas do Madison Square Garden, onde assistia ao jogo dos Knicks com os Los Angeles Clippers, da liga norte-americana de basquetebol (NBA), perto do proprietário da equipa nova-iorquina, James Dolan, com quem manteve sempre uma relação tensa.

Segundo um elemento das relações públicas da equipa de Nova Iorque, Oakley foi retirado do recinto e detido pela polícia nova-iorquina.

"Não falei com ele [James Dolan] , muito menos o insultei", disse Okley à rádio ESPN, sustentando que tudo começou quando foi abordado no interior do recinto por "oito a dez pessoas" que lhe deram instruções para abandonar o local.

Os Knicks acusam o antigo jogador do clube de se ter comportado "de forma inapropriada e abusiva" - "Foi um grande 'Knick' e esperamos que receba ajuda", referiu um responsável do clube.

"Dezenas de vigilantes, funcionários do Madison e polícias foram testemunhas do comportamento injurioso [de Oakley] , que começou logo desde que entrou e se prolongou até à sua detenção", indicou o clube.

Oakley, que começou a carreira em 1985, serviço dos Chicago Bulls, transferiu-se em 1988 para os New York Knicks, clube que representou durante dez anos.

Em 2004, abandonou a carreira, depois de defender as cores dos Houston Rockets por uma época. Na época 2010-2011, Charles Oakley teve uma curta experiência como adjunto nos Charlotte Bobcats.

Lusa

  • Antigo jogador da NBA envolvido em cenas de violência com adepto
    0:31

    Desporto

    O jogo desta quarta-feira entre os New York Knicks e os Los Angeles Clippers, na NBA, ficou marcado por um momento de tensão nas bancadas do Madison Square Garden. O antigo jogador dos Knicks, Charles Oakley, estava a assistir ao jogo quando se envolveu numa troca de palavras com um fã e com um responsável da equipa. Ambos discutiram e a segurança foi chamada para acalmar a situação. Oakley não gostou e confrontou os seguranças. O antigo jogador foi mesmo retirado do pavilhão e detido pela polícia. Esta época, ao contrário do que era esperado, os Knicks continuam a crise de resultados. No final do jogo, somaram mais um desaire, ao perderem por 115-119.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59