sicnot

Perfil

Desporto

Benfica abre jornada com o Arouca e tenta reforçar liderança da I Liga

Mitroglou fez o 3-0 final aos 81 minutos.

MIGUEL A. LOPES

O Benfica recebe esta sexta-feira o Arouca, na abertura da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e procura um triunfo que lhe permita defender a liderança antes da difícil visita do rival FC Porto ao Vitória de Guimarães.

No terceiro jogo sem a presença do treinador Rui Vitória, que cumpre uma suspensão de 15 dias, e privado de Grimaldo, Lisandro e Salvio, por problemas físicos, os tricampeões nacionais vão tentar transpor a pressão para o FC Porto, que poderá entrar em campo em Guimarães com um atraso de quatro pontos, em caso de vitória dos encarnados.

Na ronda anterior, os dragões venceram o clássico com o Sporting, afastando quase em definitivo os leões da luta pelo título, e ao mesmo tempo passaram provisoriamente para a frente. Para segurar o comando, o Benfica respondeu com um triunfo em casa sobre o Nacional (3-0), agora último classificado.

Desta vez, em vésperas da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, com o Borussia Dortmund, o Benfica terá pela frente o 10.º classificado, que se apresenta na Luz depois de bater o Vitória de Setúbal e que persegue a meta dos 30 pontos, barreira teórica para assegurar a manutenção.

Após o seu jogo, o Benfica fica a aguardar pelo resultado do encontro entre Vitória de Guimarães e FC Porto, que se realiza no sábado, enquanto o Sporting, terceiro, a 10 pontos dos encarnados, visita o Moreirense no domingo.

Programa 21.ª jornada:

- Sexta-feira, 10 fev:
Benfica - Arouca, 20:30 (BTV)

- Sábado, 11 fev:
Tondela - Feirense, 11:45
Vitória de Setúbal - Desportivo de Chaves, 16:00
Estoril-Praia - Paços de Ferreira, 18:15
Vitória de Guimarães - FC Porto, 20:30

- Domingo, 12 fev:
Nacional - Belenenses, 16:00
Boavista - Sporting de Braga, 20:15
Moreirense - Sporting, 18:00

- Segunda-feira, 13 fev:
Rio Ave - Marítimo, 20:00

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.