sicnot

Perfil

Desporto

Manuel Machado considera FC Porto "um monstro" mas não tira ambição ao Arouca

O treinador do Arouca reconheceu esta quinta-feira que o FC Porto, adversário da 25.ª jornada da I Liga de futebol, é mais forte que a sua equipa, mas mantém a ambição para a receção de sexta-feira aos dragões.

"Há um grande respeito pelo FC Porto, pela sua dinâmica, pela sua grandeza, pela sua qualidade, mas temos muita ambição de dar continuidade àquilo que de bem fizemos até ao momento, tentando conjugar a boa prestação desportiva com um resultado melhor do que o que tirámos nos três últimos jogos. Conciliar uma boa dinâmica, com um pragmatismo maior que nos consiga trazer pontos, é com essa ambição que vamos para o jogo", disse Manuel Machado, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

O treinador do Arouca elogiou as caraterísticas individuais e coletivas do adversário, reconheceu que os 'dragões' estão num bom momento e não esqueceu que terão um forte apoio no Estádio Municipal de Arouca, onde a bancada descoberta, cerca de 60% da lotação do recinto, estará composta por apoiantes rivais.

"Se aliarmos o objetivo e o momento que estão a viver, que é muito positivo, com o último jogo em que foram muito contundentes [Notes:7-0 ao Nacional] , com uma casa que se adivinha, em termos de apoio, maioritariamente 'azul e branca', temos pela frente um 'monstro'. A tarefa que se avizinha não é fácil. Apesar deste conjunto de fatores, que correm para o lado oposto, não nos tira a ambição", sentenciou o técnico arouquense.

Em 12.º lugar na classificação, com 27 pontos, e sem vencer há quatro jogos, o Arouca recebe o FC Porto, segundo classificado com 59 pontos, a um de distância do líder Benfica. Manuel Machado garante que o oponente foi bem estudado.

"Este FC Porto está mais do que identificado, quer nas suas individualidades quer nas suas dinâmicas, nos sistemas táticos e até na abordagem que fazem nos vários momentos do jogo. Agora, ninguém sabe se o Brahimi vai fintar para a direita ou para a esquerda. Há um conjunto de coisas que são imprevisíveis e têm a ver com o desenrolar do jogo. Preparámos bem o jogo", assegurou.

Para este jogo, o Arouca não conta com quatro jogadores lesionados: Karl, Nuno Coelho, Adilson e Velázquez. Manuel Machado lembra que passou por situação idêntica no Nacional da Madeira.

O Arouca-FC Porto joga-se na sexta-feira, a partir das 20:30, no Estádio Municipal de Arouca, com arbitragem de Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15