sicnot

Perfil

Desporto

John Terry anuncia saída do Chelsea, mas não do futebol

Reuters Staff

O central internacional inglês John Terry, de 36 anos, anunciou esta quarta-feira que deixará no final de época o seu clube de sempre, o Chelsea, mas que não pensa em deixar para já o futebol.

"Tenha a sensação de ainda ter futebol em mim, mas compreendo que as oportunidades aqui, no Chelsea, serão limitadas, daí ser tempo para um novo desafio", escreveu o jogador na sua conta social no Instagram, sem revelar qual o futuro.


A imprensa adianta que Terry poderá estar a caminho da China, um novo "el dorado" para jogadores, Estados Unidos, ou mesmo continuar em Inglaterra, mas em equipas de menor ambição, como o Bournemouth ou o Stoke City.


O jogador, que representou os seniores do Chelsea desde os 19 anos, em 1998, conquistou pelos londrinos quatro títulos na Liga inglesa (2005, 2006, 2010 e 2015), quatro taças de Inglaterra (2007, 2009, 2010 e 2012), três Taças da Liga (2005, 2007 e 2015) e uma Liga dos Campeões (2012).


John Terry foi sempre um admirador de José Mourinho, com quem se cruzou inicialmente em 2005, quando os londrinos contrataram pela primeira vez o português, e foi com o treinador que conquistou o seu primeiro campeonato inglês.


Em outubro, quando o novo clube de Mourinho, o Manchester United, visitou Stamford Bridge, foi público o abraço do central ao treinador português.

Lusa

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.