sicnot

Perfil

Desporto

Miguel Oliveira foi o quarto mais rápido nos treinos do GP das Américas

O português Miguel Oliveira (KTM) foi esta sexta-feira o quarto mais rápido nos treinos livres de Moto2 do Grande Prémio das Américas, terceira prova do Mundial de motociclismo, que se realiza em Austin, nos Estados Unidos.

Depois de ter sido o mais rápido na sessão matinal (2.11,606 minutos), o piloto de Almada melhorou o tempo na segunda, mas fechou o dia com o quarto tempo (2.11,223 minutos), rodando cerca de seis décimos de segundo mais lento do que o espanhol Alex Márquez (Kalex), que foi o mais rápido em pista (2.10,601).

Vencedor das duas primeiras provas, o italiano Franco Morbidelli, colega de Márquez, gastou mais três décimos do que o espanhol na sua volta mais rápida (2.10,901) e fez o segundo registo do dia, à frente do alemão Marcel Schrotter (Suter) e do português, segundo classificado na Argentina.

"Durante a manhã, as condições estavam um pouco melhor. Não tinha muito ritmo, mas consegui fazer uma boa volta rápida, terminando em primeiro na sessão.

Na segunda sessão conseguimos ser muito mais constantes, embora as condições estivessem muito mais complicadas para melhorar o tempo. Ainda assim acabou por correr tudo bastante bem.

A mota tem pontos que pode melhorar, mas sinto que estamos bastante perto do 'setting' que usaremos.

Amanhã teremos algumas coisas para experimentar no terceiro treino livre e estamos concentrados em fazer uma boa qualificação", afirmou Miguel Oliveira.

No sábado, depois da terceira sessão de treinos livres, realiza-se a qualificação para a corrida de domingo, para qual Miguel Oliveira parte como terceiro classificado do Mundial, com 33 pontos, atrás de Morbidelli, com 50, e do suíço Thomas Luthi (Kalex), com 36.


Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.