sicnot

Perfil

Desporto

Autoridades fiscais italianas fazem buscas na sede do clube Palermo

GREGORIO BORGIA

As autoridades fiscais italianas anunciaram esta sexta-feira que estão a fazer buscas na sede do Palermo, despromovido esta época à segunda liga italiana de futebol, no âmbito de uma investigação relacionada com falsificação de documentos.

O Palermo e o atual presidente, Maurizio Zamparini, estão a ser investigados por alegada apropriação indevida e branqueamento de capitais.

Em 3 de julho, a direção liderada pelo empresário ítalo-norte-americano Paul Baccaglini, que tinha assumido funções em 6 de março, demitiu-se em bloco.

Na sequência desta demissão, o clube voltou a ser liderado por Maurizio Zamparini, o antecessor de Baccaglini, que esteve 15 anos à frente do clube.

Lusa

  • Marcelo pede "serenidade e cabeça fria" no debate político
    1:29
  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.

  • Várias casas evacuadas devido a chuvas fortes na Alemanha
    0:54
  • Liberdade de movimento entre UE e Reino Unido termina em março de 2019

    Brexit

    A liberdade dos cidadãos europeus para viver e trabalhar no Reino Unido vai terminar, em março de 2019. O Governo britânico pediu esta quarta-feira um estudo de um ano sobre a migração europeia no país, de modo a ajudar no sistema de imigração que será implementado. A avaliação vai estar concluída em setembro, de 2018, seis meses antes da conclusão do Brexit.