sicnot

Perfil

Desporto

Brahimi promete dar o melhor pelo FC Porto

JOSE COELHO

Brahimi foi dos últimos a juntar-se ao restante plantel do FC Porto nesta pré-temporada, ainda assim já se mostra em sintonia com as ideias do treinador e promete dar o melhor pela equipa da I Liga portuguesa de futebol.

O extremo argelino admitiu, em declarações ao Porto Canal, que os treinos têm sido fisicamente exigentes, mas que todo o grupo está no bom caminho para a concretização dos objetivos nesta temporada.

"Temos trabalhado muito, temos realizado treinos fisicamente muito intensos. Vê-se que, com o novo treinador, há muita exigência, e creio que isso é bom para o grupo e para o futuro", começou por explicar o jogador portista.

O jogador argelino reforçou a sintonia que já partilha com as ideias de Sérgio Conceição.

"O treinador é exigente, sabe o que quer e nós sentimo-nos bem com as suas ideias. Só cá estou há três dias, mas já percebi o que o mister quer, assim como a forma como quer que a equipa jogue. É verdade que ainda precisamos de tempo para melhorarmos, para chegar ao nosso nível máximo, mas penso que estamos no bom caminho e é assim que temos que continuar", disse.

Brahimi garantiu, ainda, estar empenhado em dar o melhor para conquistar um lugar na equipa desenhada por Sérgio Conceição e isso passa por marcar golos.

"Tenho de dar o meu máximo para conquistar o meu espaço nesta equipa. Os meus objetivos para esta época são os mesmos de sempre: melhorar para ajudar a equipa a chegar aos seus objetivos, marcando golos, fazendo assistências, dando o meu melhor", concluiu.

Lusa

  • Presidente da IPSS "O Sonho" garante que vai demitir-se
    0:57

    País

    A PJ de Setúbal fez esta sexta-feira buscas em três instituições de solidariedade social e em casas particulares ligadas à IPSS "O Sonho", por suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos. O presidente da associação nega as suspeitas e diz que está de "consciência tranquila". Florival Cardoso, que é o principal visado na investigação, fala sobre uma "caça às bruxas" e garante que vai demitir-se, porque considera que está a ser cometida uma "enorme injustiça".

  • "Situação humanitária dos civis em Ghouta é aterradora"
    0:49

    Mundo

    O enviado especial da ONU para a Síria lançou esta sexta-feira um novo apelo a um cessar-fogo. O responsável está particularmente preocupado com a situação da população civil e diz que é preciso evitar que se repita em Ghouta o que se passou em Alepo.

  • Instantes de uma noite de futebol europeu
    0:41
  • Não dá mais, Brasil!
    18:00