Desporto

Luisão é única baixa no Benfica para dérbi com Sporting

O capitão Luisão é a única baixa no Benfica para a receção do Benfica ao Sporting, da 16.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com Grimaldo a integrar esta terça-feira a lista de convocados do treinador Rui Vitória.

Depois de ter tido alguns problemas físicos, Grimaldo entrou na lista de convocados dos 'encarnados', na qual não está Luisão, com uma lesão muscular na coxa direita.

De fora, por opção, ficou, entre outros, o médio brasileiro Filipe Augusto.O Benfica, terceiro classificado, com 36 pontos, recebe na terça-feira, às 21:30, o Sporting, segundo, com 39.

Lista de 20 convocados:

- Guarda-redes: Svilar e Bruno Varela.

- Defesas: Lisandro, Grimaldo, Eliseu, Jardel, André Almeida e Rúben Dias.

- Médios: Fejsa, Samaris, Zivkovic, Salvio, Krovinovic, Pizzi, Cervi, Rafa e João Carvalho.

- Avançados: Raúl, Jonas e Seferovic.

Lusa

  • Sporting com contas penhoradas
    1:40

    Desporto

    O Sporting tem as contas bancárias no Novo Banco e na Caixa Geral de Depósitos penhoradas, por Dívidas ao fisco que atingem os 40 milhões de euros. O Expresso avança que, neste momento, o clube apenas tem disponíveis as contas no Millenium BCP.

  • Sócrates defende Pinho e critica Parlamento

    País

    José Sócrates saiu em defesa do seu antigo ministro da Economia, Manuel Pinho. Num artigo de opinião publicado no Expresso, o ex-primeiro-ministro aponta o dedo ao presidente do PSD e ao líder parlamentar do PS.

  • PP espanhol elege o líder mais jovem de sempre

    Mundo

    O novo presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, com 37 anos, é o líder mais jovem que este partido já teve na sua curta história, sendo visto por muitos como defensor da ala mais conservadora e tradicional.

  • ONU alerta para nova perigo de guerra em Gaza
    1:31

    Mundo

    Israel e o Hamas acordaram um cessar-fogo após nova escalada de violência em gaza que levou à morte de cinco pessoas: quatro palestinianos e um soldado israelita nos violentos ataques de ontem. As Nações Unidas alertam para os perigos de uma nova guerra na região.