Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:35

Sobreviventes de naufrágio chegaram ontem à noite à Sicília

2
0:39

Ban Ki-moon pede reforços para resgates no Mediterrâneo

3
2:10

Passos espera novas medidas do Conselho Extraordinário contra a imigração ilegal

4
2:01

Treinador do Bayern confia na reviravolta da eliminatória

5
2:06

Lopetegui nega que Jackson Martinez tenha jogado graças a infiltrações

6
4:11

Homem apresenta queixa por negligência médica no Hospital de Cascais

7
2:08

Movimento de cidadãos aprova moção que pede a suspensão imediata do acordo ortográfico

8
1:13

Entidade reguladora suspeita que EDP e GALP bloquearam atribuição de tarifas sociais

9
2:01

Ataques contra estrangeiros já fizeram pelo menos sete mortos na África do Sul

10
1:47

Estados Unidos anunciam que meios da marinha vão ser enviados para costa do Iémen

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

2:45
14:44 25.01.2013

Proposta do Governo para privatização da água aprovada no Parlamento pelo PSD e CDS-PP

A proposta do Governo para a concessão do abastecimento de água e saneamento a privados foi aprovada esta manhã no Parlamento pelo PSD e CDS-PP. Foram chumbadas as propostas parlamentares do PCP, que queria vedar o acesso a empresas privadas, e do Bloco de Esquerda, que propunha um referendo sobre esta matéria.

A proposta de lei "viabiliza a concessão de sistemas multimunicipais  de resíduos sólidos urbanos a entidades de capitais maioritária ou totalmente  privados e a subconcessão de sistemas multimunicipais de águas e de saneamento  de águas residuais a entidades de natureza também privada, de forma a permitir  a implementação da estratégia acima mencionada". 

O PCP viu rejeitado pelo PSD, pelo CDS-PP e pelo PS o projeto de lei  que visava vedar "o acesso de empresas privadas às atividades económicas  de abastecimento público de água, de saneamento de águas residuais urbanas  e de gestão de resíduos urbanos". 

Já o Bloco de Esquerda ficou isolado na proposta de realização de um  referendo nacional à privatização do setor do abastecimento de água e saneamento,  projeto que teve os votos contra dos restantes partidos. 

Os deputados decidiram hoje fazer baixar à comissão de Obras Públicas,  sem votação em plenário, os projetos de resolução dos Verdes, Bloco e PSD  e CDS-PP relacionados com a promoção do uso da bicicleta e a criação de  condições de transporte deste meio em transportes públicos. 

O Parlamento rejeitou, com os votos contra da maioria PSD/CDS-PP, o  projeto de resolução do Partido Ecologista Os Verdes que recomendava ao  Governo a remodelação das linhas do Douro e do Tâmega e das estações do  Marco, Livração e Vila Meã.  

O PS viu ser rejeitado o seu projeto de resolução que recomendava ao  Governo a suspensão da reorganização dos cuidados hospitalares na região  Oeste, com os votos contra da maioria, que também chumbou uma resolução  do Bloco de Esquerda a pedir a manutenção em funcionamento do Hospital de  Alcobaça.  

Com Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Economia

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: VIDEO
09:42
Onda causada por navio português poderá ter virado barco no mar - CNN
09:41
I Concurso Internacional de Piano de Viseu disputado por 23 jovens
09:09
Jorge Sousa volta a arbitrar clássico entre Benfica e FC Porto
09:01
Música, danças e sabores do mundo lusófono em Coimbra
08:50
Ex-Presidente egípcio Mohamed Morsi condenado a 20 anos de prisão
08:20
Ásia e África querem plataforma para resolver problemas marítimos
08:12
18 anos de prisão para americano que matou mãe da namorada em Bali
08:05
FC Porto procura vaga nas meias-finais da Liga dos Campeões
08:04
Rui Machete reúne-se hoje com chefe da diplomacia dos EUA
08:03
É possível acabar com austeridade - estudo macroeconómico do PS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .