sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a caírem em todos os prazos para mínimos de sempre

 Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a cair em todos os prazos em relação a quinta-feira, para mínimos de sempre, alinhados com os juros da Grécia, Irlanda, Itália e Espanha.

Francisco Seco

Hoje, cerca das 08:35 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a cair para 1,702%, um mínimo de sempre, contra 1,794% na quinta-feira.


No mesmo sentido, os juros a dois anos também estavam a recuar para 0,151%, um mínimo histórico, contra 0,163% na quinta-feira.


A cinco anos, os juros estavam a descer para 0,805%, contra 0,887% na quinta-feira. 


A 17 de maio de 2014, Portugal abandonou oficialmente o resgate sem qualquer programa cautelar.


O programa de ajustamento solicitado por Portugal à 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no valor de 78 mil milhões de euros, esteve em vigor durante cerca de três anos.


Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam a descer a cinco e dez anos, bem como os de Itália e de Espanha em todos os prazos. 


Em relação aos juros da Grécia, estes estavam a cair a cinco e a dez anos, para valores em torno dos 12,3% e de 9,4%, respetivamente.


Lusa
  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29