sicnot

Perfil

Economia

BE exige que primeiro-ministro mostre contribuições até ao debate quinzenal na AR

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, exigiu hoje ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que mostre o seu registo de contribuições para a Segurança Social e fiscal antes do debate quinzenal de quarta-feira na Assembleia da República.

LU\303\215S FORRA

Ao discursar num almoço comício do Bloco de Esquerda (BE) em Pechão, no concelho de Olhão, distrito de Faro, Catarina Martins disse que se Pedro Passos Coelho não esclarecer as dúvidas que o partido tem sobre as contribuições que devia ter pago à Segurança Social entre 1999 e 2004, não tem condições para exercer o cargo.

Catarina Martins considerou que este assunto é "sério", disse estar "em causa o regime e a democracia" e defendeu que "Pedro Passos Coelho tem que responder", porque este é um assunto que "já se arrasta há tempo demais" e "há tempo demais que o primeiro-ministro dá explicações que nada explicam e que só contribuem para insultar o país".

"E portanto é bom que o senhor primeiro-ministro o faça e o faça antes de quarta-feira, quando há debate quinzenal na Assembleia da República. Porque não pode um primeiro-ministro que está sob suspeita de não respeitar as mais básicas obrigações como cidadão, estar a responder ao parlamento enquanto primeiro-ministro, sem ter explicado exatamente tudo o que fez e tudo o que pagou", afirmou a dirigente do Bloco.

Catarina Martins disse que hoje foram públicas na imprensa notícias que dão conta de que "dos 58 meses de calote que o senhor primeiro-ministro deu à Segurança Social quando ainda era só o Pedro, terá pagado apenas 32 meses".

"Ou seja, há 26 meses de calote na Segurança Social ainda", criticou, frisando que isto causa um "problema político" ao Governo, que tem tido ao longo destes anos "um discurso moralista sobre os portugueses" e os fez serem "fiscais uns dos outros", além de as suas primeiras habitações serem penhoradas caso tenham dívidas ao fisco.

Por isso, Catarina Martins disse que o Bloco vai apresentar um projeto de resolução no parlamento para proibir a penhora de primeiras residências a pessoas com dívidas ao fisco, que disse ser prática de um país que "não é sério e que respeite as pessoas".

"Não há nada que justifique que alguém fique sem teto para morar", defendeu.

Lusa
  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a secretaria regional de solidariedade social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho. Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.