sicnot

Perfil

Economia

PM da Grécia pede reunião especial com Juncker, Draghi, Merkel e Hollande

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, pediu hoje ao presidente do Conselho Europeu que organize uma reunião especial com os líderes da Comissão Europeia, BCE, França e Alemanha à margem da cimeira europeia de quinta-feira, informaram fontes governamentais. 

Reuters

Segundo as fontes, citadas pela agência EFE, Tsipras pediu a Donald Tusk que a reunião conte com a participação do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, da chanceler alemã, Angela Merkel, e do presidente francês, François Hollande. 

O objetivo do primeiro-ministro grego é colocar a questão da dívida grega ao mais alto nível político europeu.

Numa entrevista publicada na segunda-feira pelo diário Ethnos, Alexis Tsipras afirmou que o acordo alcançado no Eurogrupo "foi claro" e "deve ser respeitado".

"Se se continuar a boicotar o acordo de 20 de fevereiro, torna-se claro que é necessário um acordo ao mais alto nível político", disse.

Segundo a imprensa grega, as negociações técnicas com os representantes da Comissão, do BCE e do Fundo Monetário Internacional (FMI) estão a ser difíceis devido à imposição de exigências que Atenas considera não respeitarem o acordo alcançado no Eurogrupo
  • Mergulhadores espanhóis e forenses envolvidos nas buscas no rio Minho
    0:35

    País

    A Polícia Marítima confirmou à SIC que já estão a ser efetuados os primeiros mergulhos à superfície com uma equipa de mergulhadores espanhóis, que foram os primeiros a chegar a local. Durante a tarde desde domingo deve chegar ao local a equipa de mergulhadores forenses de Lisboa para ajudaram nas operações de busca ao pescador que desapareceu ontem à noite de em Alvaredo, concelho de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo.

  • Portugal vai testar capacidade de resposta a ciberataque
    0:22

    País

    O exercício está marcado para os dias 09 e 10 de maio e é o primeiro a nível nacional a testar um ciberataque em Portugal. O teste é organizado pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) para apurar "o "grau de preparação" das várias entidades públicas e privadas, mas já conclusões a ter em conta. Segundo o coordenador do CNCS, Pedro Veiga confirma-se tendência para os ataques serem cada vez mais sofisticados e é preciso alertar a população para o que publicam na internet e se pode colocar em risco a privacidade e a segurança.

  • As suspeitas que recaem sobre Ricardo Salgado e Manuel Pinho
    2:00