sicnot

Perfil

Economia

Grupo Inditex, da Zara e Pull&Bear, regista aumento de 8% nas vendas em 2014

O grupo espanhol Inditex, responsável por marcas como a Zara, Pull&Bear e Massimo Dutti, registou um aumento de 8% nas suas vendas no ano de 2014, que significam 18.177 milhões de euros de lucro.

Reuters

De acordo com o relatório de contas hoje apresentado publicamente, as vendas em loja cresceram 5%, o que supõe que nos últimos cinco anos houve um crescimento de vendas em loja que ronda os 23%.

Os lucros líquidos situaram-se nos 2.501 milhões de euros, mais 5% do que em 2013, enquanto o resultado operacional (EBITDA) cresceu também 5 %, até 4.103 milhões de euros.

O grupo espanhol anunciou um plano extraordinário de participação dos trabalhadores no crescimento dos lucros da empresa para os próximos dois anos, revelando que a medida irá beneficiar todos os trabalhadores nas lojas, fábricas, logística e subsidiárias de todo o mundo sempre que este tenha mais de dois anos de antiguidade, o que representa cerca de 70.000 pessoas, em 54 mercados.

Além disso, em 2014 o grupo gerou globalmente 8.741 novos posto de trabalho, dos quais 1.800 em Espanha. A 31 de janeiro de 2015, a Inditex contava com a colaboração de 137.054 pessoas.

Ao longo de 2014, o grupo abriu mais lojas em 54 mercados dos cinco continentes, até alcançar um total de 6.683 lojas, mais 343 do que em 2013.

A Coreia do Sul e o México entraram na venda pela Internet, pelo que o grupo se encontra já presente em 27 mercados online. Para este ano está prevista a entrada de lojas online em Taiwan, Hong-Kong e Macau.

Em Portugal, o grupo já possui lojas da Zara, Pull&Bear, Massimo Dutti, Bershka, Stradivarius, Oysho, Zara Home e Uterque.

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.