sicnot

Perfil

Economia

Pilotos da Lufthansa voltam à greve no sábado

O sindicato alemão Cockpit, que representa os pilotos da companhia aérea Lufthansa, marcou hoje uma nova greve para sábado para os voos de longo curso e de transporte de mercadorias.

© Michaela Rehle / Reuters

A greve dos pilotos da Lufthansa teve início quarta-feira e obrigou a companhia alemã a cancelar naquele dia 750 voos. Hoje, a greve afetou as operações de longo curso e de mercadoria e obrigou ao cancelamento de 84 voos, segundo um porta-voz da empresa.

Na sexta-feira, os pilotos voltam a paralisar e a Lufthansa cancelou já 700 voos de pequeno e médio curso.

Numa declaração, o sindicato criticou a "posição rígida" da empresa e disse estar pronto para se "sentar à mesa das negociações".

A greve dos pilotos de sábado terá um impacto similar à greve de hoje, segundo o porta-voz da empresa.

Os pilotos contestam a alteração das condições para o fim de carreira e querem manter a possibilidade de passar à pré-reforma aos 55 anos, com 60% do salário.

A Lufthansa disse que o custo das greves no ano passado ascendeu a 232 milhões de euros.











Lusa
  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • Comitiva portuguesa terminou visita à central de Almaraz

    País

    A visita técnica da delegação portuguesa e da Comissão Europeia à central nuclear de Almaraz, em Espanha, realizou-se esta segunda-feira. A visita serviu para Portugal se inteirar sobre o funcionamento da central e sobre o projeto de construção de uma instalação para armazenamento de resíduos radioativos.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.