sicnot

Perfil

Economia

EasyJet inaugura no Porto segunda base operacional da companhia em Portugal

A companhia aérea de baixo custo britânica easyJet inaugura hoje, no Aeroporto do Porto, a sua segunda base operacional em Portugal, um investimento de 80 milhões de euros responsável por 80 empregos diretos, segundo a empresa. 

© Srdjan Zivulovic / Reuters

"A inauguração da segunda base da easyJet - com dois aviões A320 estacionados - visa celebrar o reforço do estabelecimento da companhia aérea em Portugal e assinala o contributo desta nova base para o incremento da conectividade do país e da região Norte", refere a companhia em comunicado.

Na sequência da abertura da base operacional do Porto, a easyJet começa a operar quatro novas rotas entre o Porto e Manchester, Bristol, Nantes e Londres (Luton), passando a disponibilizar no mercado mais 200 mil lugares no ano fiscal que vai de outubro a setembro, mais 23% do que no exercício anterior, segundo o diretor comercial da easyJet Portugal.

Numa conferência de imprensa em novembro passado, José Lopes revelou que, como resultado, em 2015 a companhia propõe-se ultrapassar um milhão de passageiros transportados de e para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, pretendendo para isso "melhorar os horários de todas [as rotas] já existentes a partir do Porto" e abrir, "em breve", outras novas ligações.

Com a entrada em operação das quatro novas rotas, a easyJet passa a ligar 10 destinos ao Porto.

Já com uma base operacional em Lisboa e 25 em toda a Europa, a easyJet diz "acreditar no Porto e na região Norte como um destino de grande atração" na Europa, nomeadamente ao nível do turismo de negócios.

Presente em Portugal desde 1999 e desde 2007 no Aeroporto do Porto, a easyJet tem uma base em Lisboa desde 2012, com quatro aviões estacionados e 143 colaboradores, voando ainda para os aeroportos da Madeira e de Faro.

Reclamando uma quota de mercado de 12% em Portugal e de 11% no Porto, o que faz dela a terceira maior companhia aérea do país, a easyJet transportou quatro milhões de passageiros de e para Portugal em 2014 (mais 3% do que em 2013) e perto de 800 mil passageiros de e para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

Agendada para as 13:45, a cerimónia de hoje contará com a presença da presidente executiva da companhia, Carolyn McCall, do presidente da Vinci Airports, Nicolas Notebaert, dos secretários de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações e do Turismo, respetivamente, Sérgio Monteiro e Adolfo Mesquita Nunes, e da ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque.


Lusa
  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44