sicnot

Perfil

Economia

Tarifas de gás natural descem 7,3% para famílias e 12% para empresas

As tarifas dos gás natural para consumidores no mercado regulado descem entre 7,3% e 12%. Na tarifa social a descida será de 7,3%, divulgou hoje a entidade reguladora dos serviços energéticos.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Regis Duvignau / Reuters

O regulador propõe a descida para o período que se inicia a 01 de julho, aplicadas aos clientes domésticos e pequenos comércios que se mantêm no mercado regulado.

Neste escalão estão os consumidores finais que têm um consumo anual inferior ou igual a 10.000 metros cúbicos.

De acordo com um comunicado hoje divulgado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), a descida das tarifas, tanto para estes, como para os restantes consumidores, irá fazer-se em duas fases, começando já em maio, de forma a acomodar os valores à redução dos preços do petróleo.

Desta forma, a 01 de maio deverá ocorrer uma descida de 3,9% face ao valor que tinha entrado em vigor em julho de 2014 para os consumidores domésticos e pequenos comércios, seguindo-se nova descida, de 3,5%, a 01 de julho.

A proposta da ERSE quanto aos preços que vigoram a partir de 1 de julho vai ser apreciada pelo Conselho Tarifário, que terá de emitir o seu parecer até 15 de maio.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.