sicnot

Perfil

Economia

Embraer entrega 20 jatos comerciais e 12 executivos no primeiro trimestre

A fabricante de aviões brasileira Embraer, a quarta maior do mundo no setor, divulgou hoje ter entregado 20 jatos para a aviação comercial e 12 para a aviação executiva no primeiro trimestre de 2015. 

© Rickey Rogers / Reuters

A carteira de pedidos firmes (backlog) em 31 de março era de 20,4 mil milhões de dólares (19 milhões de euros). 

Relativamente ao tipo de modelos, os 20 aviões comerciais foram o E175 e os executivos, 10 jatos leves e dois grandes. 

No primeiro trimestre deste ano, a empresa anunciou o pedido firme da KLM Cityhopper, para 15 jatos E175 e dois E190. O contrato também inclui opções para 17 E-Jets adicionais.

No mesmo período, a fabricante brasileira de aviões e a Republic Airways Holdings Inc. assinaram contrato firme para cinco jatos E175. A previsão de entrega das aeronaves é em meados de 2016. 

A Embraer possui duas fábricas em Évora inauguradas em 2012, após um investimento de quase 180 milhões de euros, e um centro de engenharia e tecnologia aberto no ano passado.

Na cidade alentejana, a empresa produz componentes e peças para o avião executivo Legacy 500, o comercial E1, a aeronave militar KC-390 e também para os protótipos dos aviões comerciais E-Jets E2.

Lusa

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".